A Formação do(a) Bibliotecário(a) frente à Ciência de Dados e Gestão de Dados
PDF/A
HTML
XML

Palavras-chave

Ciência de Dados
Gestão de dados
Bibliotecário de dados
Bibliotecário-competências
Bibliotecário-habilidades

Como Citar

SANTOS, R. F.; SENA , J. V. M. . A Formação do(a) Bibliotecário(a) frente à Ciência de Dados e Gestão de Dados: análise dos currículos dos cursos de Biblioteconomia do Brasil . Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 9, n. número especial, p. 1–20, 2022. DOI: 10.24208/rebecin.v9.308. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/308. Acesso em: 27 set. 2022.

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo geral evidenciar a importância do ensino de aspectos concernentes à Ciência de Dados, alfabetização e gestão de dados frente à formação do(a) Bibliotecário(a) no atual contexto informacional e de mercado. Objetiva-se especificamente analisar as propostas pedagógicas dos componentes curriculares dos cursos de Biblioteconomia das Universidades Federais e Estaduais do Brasil; verificar se as questões concernentes às temáticas supracitadas são contempladas no conteúdo programático desses componentes curriculares; apresentar sugestões de abordagens teóricas e práticas relacionadas aos temas citados anteriormente para a formação de futuros profissionais da informação. Utiliza como metodologia as pesquisas documental, exploratória e descritiva com abordagem qualitativa e quantitativa. Analisa as estruturas curriculares e as propostas pedagógicas dos cursos de Biblioteconomia das Universidades Federais e Estaduais do Brasil. Como resultados é apresentada a quantidade de Instituições de ensino que possuem disciplinas relacionadas a dados em suas ementas, o conteúdo programático dessas disciplinas e sugestões de abordagens teóricas e práticas a serem contempladas na formação de futuros profissionais da informação para a sua atuação.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v9.308
PDF/A
HTML
XML

Referências

BRIETMAN, K. Big Data Overview. Palestra apresentada no 1o. EMC Summer School on Big Data. EMC/NCE/UFRJ. Rio de Janeiro. 2013.

CORRÊA, F. C. O papel do bibliotecário na gestão de dados científicos. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 14, n. 3, p. 387-406, 2016.

FERNÁNDEZ-MOLINA, J. C. Enfoques objetivo y subjetivo Del concepto de información. Revista Española de Documentación Científica, [S. l.], v.17, n.3, p. 320-330, 1994.

GANTZ, J.; REINSEL, D. The Digital Universe in 2020: Big Data, bigger digital shadows, and biggest growth in the far east. International Data Corporation (IDC), dez. 2012.

IBM. Vagas para cientistas de dados no ano de 2020. 2020. Disponível em: https://www.ibm.com/br. Acesso em: 17 set. 2021.

MANYICA, J. et al. Big data: The next frontier for innovation, competition, and productivity. McKinsey Global institute, 2011. Disponível em: https://bigdatawg.nist.gov/pdf/MGI_big_data_full_report.pdf (2018-07-28). Acesso em: 14 mar. 2022.

PANETTA, K. A Data and Analytics Leader's Guide to Data Literacy. Gartner, 2021. Disponível em: https://www.gartner.com/smarterwithgartner/a-data-and-analytics-leadersguide-to-data-literacy. Acesso em: 14 mar. 2022.

REIS, M, J. Ciência da Informação e Ciência de Dados: guia para alfabetização de dados para bibliotecários. 2019. Tese (Mestrado Profissional em Gestão da Informação e do Conhecimento) - Universidade Federal de Sergipe - UFS, Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento, 2019.

SANTOS, R. F.; SENA, J. V. M. Bibliotecário(a) de Dados: enfoques e perspectivas de estudos na Ciência da Informação. In: ENCONTRO DADOS, TECNOLOGIA E INFORMAÇÃO, 4., 2021, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: UNESP, 2021.

SETZER, V. W. Dado, Informação, Conhecimento e Competência. Revista de Ciência da Informação, São Paulo, dez. 1999.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Raimunda Fernanda Santos, João Victor Moraes Sena