https://portal.abecin.org.br/rebecin/issue/feed Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação 2020-10-13T21:22:00-03:00 Martha Suzana Cabral Nunes marthasuzana@hotmail.com Open Journal Systems <p>A Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação (REBECIN) é uma revista com periodicidade semestral, registrada sob o ISSN 2358-3193, de acesso livre e gratuito publicada pela Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação (ABECIN).</p> https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/223 Editorial 2020-10-12T22:00:41-03:00 Martha Suzana Cabral Nunes marthasuzana@hotmail.com 2020-10-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/184 Preservação e conservação dos prontuários do serviço de arquivo médico e estatística do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes 2020-10-12T22:03:18-03:00 Marcia Aparecida Vargas dos Santos mavargassantos@hotmail.com Francisca Rosaline Leite Mota francisca.mota@ichca.ufal.br Nelma Camêlo de Araujo nelma.araujo@ichca.ufal.br <p>A Gestão Documental, juntamente com medidas de preservação e conservação, minimiza tempo e espaço, agiliza a recuperação da informação e reflete diretamente no processo de tomada de decisão dos gestores de toda e qualquer instituição. Este artigo buscou estudar a gestão da informação e os mecanismos de preservação e conservação dos prontuários do Serviço de Arquivo Médico e Estatística (SAME), do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), com vistas a salvaguardar a memória institucional. A metodologia utilizada foi exploratória, com abordagem qualitativa e uma extensa pesquisa bibliográfica. A análise dos dados aponta para: a necessidade de maiores esforços no sentido de prover infraestrutura tecnológica adequada para o processo de Gestão Eletrônica de Documentos; importante atuação de docentes e discentes do Curso de Biblioteconomia e; interesse da instituição em relação à preservação e conservação dos prontuários guardados pelo SAME/HUPAA/UFAL</p> 2020-10-11T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/185 Biblioterapia em tempos de COVID-19 2020-10-12T22:02:59-03:00 Natasha Coutinho Revoredo Ribeiro natashacrribeiro@gmail.com Esther Hermes Lück estherluck@id.uff.br <p>Esse artigo busca discutir a importância da biblioterapia como possibilidade a ser considerada por pesquisadores, professores e alunos em tempos de COVID-19 e sugere que essa temática seja inserida no currículo dos cursos de Biblioteconomia, uma vez que o bibliotecário, em parceria com outros profissionais, é capaz de atuar com competência nesta área. A pandemia impôs, aos brasileiros e ao mundo todo, o isolamento repentino de pessoas, causando angústia e medo constantes do contágio e da morte, sentimentos que produzem uma sensação de impotência e ansiedade. Mesmo assim, pesquisadores precisam continuar com suas pesquisas e docentes e discentes precisam continuar com as aulas de modo remoto sem ter se preparado para tal. Nesse contexto, a biblioterapia surge como uma alternativa para proporcionar um afastamento momentâneo e necessário da realidade e aliviar esses sentimentos opressivos que ela gera. Adotando a metodologia da pesquisa bibliográfica, o artigo centra sua estrutura na conceituação e breve histórico da biblioterapia; na discussão sobre as alternativas que a biblioterapia pode oferecer para aliviar frustrações e ter efeito positivo no rendimento de pesquisadores, professores e alunos em meio à pandemia; e na proposição de que a biblioterapia seja incorporada no currículo dos cursos de Biblioteconomia de variadas formas. Conclui-se que a biblioterapia é uma alternativa viável para ajudar a manter a saúde mental dos pesquisadores, docentes e discentes e pode auxiliar a manter a união mesmo com a distância física. Além disso, fica evidente a importância de incorporar a biblioterapia nas discussões dos cursos de graduação de Biblioteconomia nas universidades e promover a interação com outras áreas em projetos interdisciplinares de ensino, pesquisa e extensão, gerando produção de conhecimento e práticas enriquecedoras.</p> 2020-10-11T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/186 A Leitura e a leitura de clássicos literários 2020-10-12T22:02:39-03:00 Esther Hermes Luck luckesther@gmail.com Claudia Vanessa Bergamini claudia.berg@hotmail.com <p>Desde o início de 2020, ouve-se falar em COVID 19, e desde meados de março, iniciou-se um isolamento social ainda sem precedentes no Brasil. Diante disso, o homem terá de reaprender a viver em sociedade, repensando atitudes e valores por causa da pandemia que assola o mundo. Esse cenário motivou as reflexões suscitadas neste artigo, que visa discutir o valor da leitura da literatura clássica em tempos de pandemia e, ainda, refletir sobre o modo como os clássicos literários podem sugerir caminhos possíveis para compreender o momento de pandemia da COVID-19. Tendo em vista o fechamento de bibliotecas e de escolas, questiona-se ainda como o bibliotecário e o professor podem contribuir com seu compromisso social de mediador da leitura. A partir de um arcabouço teórico advindo dos Estudos Literários, da Biblioteconomia e da Sociologia, valeu-se de pesquisa bibliográfica para discorrer sobre as questões norteadoras deste estudo</p> 2020-10-11T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/194 Mediação da informação em tempos de pandemia e isolamento social 2020-10-13T10:36:17-03:00 Rafaela Lima rafaela.araujo@santana.ufal.br Paulo Roberto Fernandes Júnior paulo.r_junior@hotmail.com Martha Suzana Cabral Nunes marthasuzana@hotmail.com <p>As bibliotecas universitárias são responsáveis por oferecer suporte ao ensino, à pesquisa, à extensão e à inovação das universidades por meio do processo de mediação da informação. Nesse sentido, este trabalho investiga a mediação da informação nas redes sociais <em>online</em> das bibliotecas da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e da Universidade Federal de Sergipe (UFS), no período do isolamento social em decorrência da pandemia da COVID-19. Para tanto, foi realizada pesquisa de caráter exploratório e descritivo, tendo como lócus de análise as bibliotecas das universidades citadas. Para a coleta de dados, na primeira fase, observaram-se os sites oficiais dos sistemas de bibliotecas das universidades para localizar sua presença nas redes sociais <em>online</em>; na segunda fase mapearam-se as publicações nas redes sociais <em>online</em> já identificadas. No total, foram 10 perfis analisados nas redes sociais <em>online</em> <em>twitter, facebook, instagram e Youtube</em>, no período de 16 de março a 16 de maio de 2020. Os dados foram analisados com abordagem quanti-qualitativa. Conclui-se que, apesar do cenário de estabilidades e de uma corrida para adaptação a muitas mudanças, as bibliotecas estudadas parecem estar atentas às recomendações especializadas e estão trabalhando no processo de mediação da informação.</p> 2020-10-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/199 A sociedade da (des)informação em tempos de pandemia no Brasil 2020-10-13T21:22:00-03:00 Maria da Glória Serra Pinto de Alencar maria.alencar@ufma.br Luziangela Cordeiro dos Santos luziangela.cordeiro@gmail.com Mayara Reis Castro mayara.castro@discente.com.br Pitia Moraes Berredo pitia.moraes@gmail.com Talita Karenina Diniz Abreu talita.k@gmail.com <p>Este estudo pretende identificar o nível de conhecimento da população em relação ao acesso às informações sobre a COVID-19, tendo em vista o excesso de informações ou (des)informações (<em>fake news</em>) disponíveis em redes sociais e <em>sites</em>, apresentando ferramentas digitais que possibilitem a prevenção e o controle da propagação do novo coronavírus para o enfrentamento da pandemia e pós-pandemia. Consequentemente os resultados esperados foram na perspectiva de que, com o acesso a informações em fontes seguras e confiáveis, possibilite a diminuição dos riscos de contaminação e do aumento do controle da propagação do coronavírus através do acesso aos meios de comunicação. Assim, de acordo com os objetivos desta pesquisa, obteremos benefícios tanto para os profissionais de informação quanto para a população mais vulnerável, que através da busca pela informação poderá dirimir as suas dúvidas a respeito dessa doença, como se precaver e tomar as medidas protetivas para a sua saúde. Contribuirá ainda com a sociedade, na medida em que busca modificar as atitudes que podem disseminar o contágio, divulgando para a população mais carente ferramentas digitais que possibilitem a prevenção e o controle da propagação do novo coronavírus para o enfrentamento da pandemia e pós-pandemia.</p> 2020-10-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/201 O papel do ensino em tratamento temático da informação frente ao cenário pandêmico 2020-10-12T22:01:41-03:00 Lais Pereira de Oliveira laispereira2@yahoo.com.br Larissa Rosa de Oliveira larissa.nef@gmail.com <p>Aborda o tratamento temático da informação em sua perspectiva teórico-formativa, em conexão com o período de pandemia e de emergência sanitária instalado mundialmente. Objetiva analisar teoricamente o papel do ensino em tratamento temático da informação frente ao cenário pandêmico, para elencar contributos possíveis da área de Biblioteconomia mediante seu macroprocesso fundamental de constituição de representações de assunto. Metodologicamente, constitui estudo de revisão de literatura, de cunho descritivo e de natureza qualitativa. Incide sobre artigos de periódico, capítulos de livro e trabalhos na forma de anais de evento, versados em tratamento temático e em sua dimensão formativa. Demonstra que o trato temático é conteúdo formativo nos cursos de Biblioteconomia, ao organizar e representar tematicamente cada item informacional segundo suas especificidades, e consequentemente, atuar como instrumento para a obtenção de recuperação confiável. Conclui que a adequada realização do tratamento temático da informação pode auxiliar no combate à desinformação, principalmente durante a crise do Coronavírus, ao apontar o papel mediador do bibliotecário entre usuário e a recuperação da informação.</p> 2020-10-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/204 Recursos tecnológicos potencializadores do ensino não presencial em tempos de pandemia do COVID-19 2020-10-12T22:01:21-03:00 Bianca Rodrigues de Oliveira bianca75300@gmail.com Talita Karen Santos Barros Magalhães talitakarensbm@gmail.com Kátia Oliveira Rodrigues katiarodrigues10@gmail.com Jaires Oliveira Santos jairesoliveira@gmail.com Taise Oliveira Santos taiseosantos@gmail.com <p>O surgimento da Pandemia do novo coronavírus ocorreu de maneira repentina e surpreendeu a todos com o fechamento de fronteiras, atividades comerciais e encerramento generalizado de todas as atividades nas instituições de ensino por tempo indeterminado. Este cenário evidencia a necessidade emergente da inserção de ferramentas tecnológicas na educação de forma mais efetiva, de modo que o ensino seja assegurado e a interação entre professores e alunos possa ser efetiva. Assim, o presente artigo reflete a educação não presencial implantada de modo compulsório e identifica recursos tecnológicos que podem viabilizar o acesso informacional e a interação entre alunos, professores e tutores no contexto educacional de pandemia. Para atender a esta pretensão, empreendeu-se uma pesquisa bibliográfica e documental. Constatou-se que as atividades não presenciais podem ser potencializadas com o uso de recursos estratégicos das tecnologias da informação e comunicação (TIC), a fim de garantir o diálogo entre os sujeitos da educação e o acesso efetivo a recursos informacionais, indispensáveis ao decurso de aprendizagem. Por outro lado, essa transposição excepcional pode contribuir para o acirramento das desigualdades sociais, principalmente daquelas pessoas que já estão em situação de vulnerabilidade social.</p> 2020-10-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/205 Não faça a “egípcia” em tempos de COVID 19 2020-10-12T23:50:32-03:00 Erinaldo Dias Valério erinaldodiasufc@yahoo.com.br André Luiz Avelino da Silva andre_luiz93@live.com <p>Reflete sobre o papel da biblioteca e de bibliotecárie no desenvolvimento de recursos que possam diminuir as barreiras informacionais decorrentes da Pandemia do COVID-19, que tem afetado a comunidade LGBTI+ e impossibilitado o acesso e uso da informação. Destaca que essas ações podem cooperar para o desenvolvimento da Competência em Informação desse grupo, uma vez que a competência consiste em habilidades na busca, acesso, uso e análise da informação de maneira consciente, adquirindo aprendizado. Trata-se de uma pesquisa exploratória e bibliográfica com a abordagem quantitativa e qualitativa. Investigou-se na Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI) os artigos científicos publicados que relacionassem com os temas que envolvem a comunidade LGBTI+. Enfatiza que esta pesquisa está sendo desenvolvida no âmbito do grupo de pesquisa Alaye - Laboratório de pesquisa em informação antirracista e sujeitos informacionais. Conclui que bibliotecas e bibliotecáries podem cooperar para a desconstrução de preconceitos que afetam a população LGBTI+ na avaliação e utilização da informação, buscando torná-los competentes em informação.</p> 2020-10-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação