https://portal.abecin.org.br/rebecin/issue/feed Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação 2024-04-23T10:01:20-03:00 Martha Suzana Cabral Nunes marthasuzana@hotmail.com Open Journal Systems <p>A Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação (REBECIN) é uma revista de publicação contínua, registrada sob o e-ISSN 2358-3193, de acesso livre e gratuito publicada pela Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação (ABECIN), classificada pelo Qualis 2017-2020 como B2.</p> https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/403 O Podcast como ferramenta de ensino no Projeto de Extensão Formação do Discente Pesquisador 2024-03-20T10:09:05-03:00 Cláudia Maria Pinho Abreu Pecegueiro claudia.pecegueiro@ufma.br Silvana Maria Jesus Vetter silvana.vetter@ufma.br Raimunda Ramos Marinho rr.marinho@ufma.br Georgete Lopes Freitas georgete.lf@ufma.br Maria Glória Serra Pinto Alencar maria.alencar@ufma.br <p>Estudo do <em>Podcast</em> como facilitador no ensino-aprendizagem interativo. Ressalta que a aprendizagem tem um caráter social realizada por meio da interação entre os sujeitos participantes do processo educacional. Nesse contexto, o desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC)&nbsp; trouxeram desafios ao processo de ensino-aprendizagem com o uso de metodologias ativas, como o <em>Podcast</em>. Caracteriza-se como ferramenta educativa-participativa do ambiente web, que tem o áudio como o principal meio de comunicação. Objetiva investigar as implicações do uso da ferramenta <em>Podcast</em> no processo de ensino- aprendizagem a partir de sua aplicação nas atividades de formação desenvolvidas pelo Projeto de Extensão Formação do Discente Pesquisador (PEFDP), segundo a opinião dos discentes bolsistas e os atendidos pelo projeto. Utiliza como metodologia a pesquisa-ação através do relato de construção do <em>Podcast </em>pela equipe de professores e monitores do PEFDP. Conclui que ações desse nível envolve de forma colaborativa toda a equipe por meio do planejamento, execução e ações permeadas no uso dessa metodologia ativa de ensino-aprendizagem.</p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Cláudia Maria Pinho de Abreu Pecegueiro, Silvana Maria de Jesus Vetter, Raimunda Ramos Marinho, Georgete Lopes Freitas, Maria da Glória Serra Pinto de Alencar https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/408 O profissional da informação e a competência em marketing 2024-03-20T14:42:24-03:00 Raul Marques Leite Souza raul.marques@ifba.edu.br Marilene Souza Ferreira Barreto marilenebravo@yahoo.com.br <p class="LO-normal" style="margin-bottom: .0001pt; text-align: justify; line-height: normal;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Arial',sans-serif;">As mudanças do mercado de trabalho exigem do profissional da informação novas competências diante dos desafios impostos. O marketing está passando por uma ampliação conceitual e se aproximando de interações com maior relevância para o público-alvo. Neste sentido, questiona-se como a atuação do profissional da informação é influenciada pela tendência de proporcionar serviços significativos para o usuário. Para tanto, pretende-se investigar como os profissionais da informação podem ser beneficiados pela competência em marketing para propagar serviços de informação com mais relevância para o público-alvo. Busca-se também, discutir as principais barreiras e dificuldades ao adquirir e aplicar essas competências, considerando o atual contexto de evolução digital. Este trabalho caracteriza-se como um estudo descritivo, de natureza qualitativa, realizou-se um levantamento bibliográfico para compreender a temática em questão e foi feita uma análise nos artigos publicados nas bases de dados da área. Como resultados, percebeu-se que ainda é incipiente a aplicação da competência em marketing nos profissionais da informação, bem como as barreiras existentes na formação e capacitação destes. Conclui-se que, levando-se em consideração a necessidade de atualização deste profissional diante das exigências da sociedade, a adoção de competências em marketing contribui para fortalecer o perfil do profissional da Informação.</span></p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Raul Marques Leite de Souza, Marilene Souza Ferreira Barreto https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/388 Ensino sobre documentação audiovisual na Arquivologia brasileira 2024-03-19T11:00:29-03:00 Kalinka Brant Silva kalinkabrant@yahoo.com.br Hildenise Ferreira Novo hnovo@ufba.br <p>O tratamento da documentação audiovisual dado pelos profissionais da Ciência da Informação, à exemplo da Arquivologia, Museologia e Biblioteconomia, por um longo tempo, se mostrou um desafio. Apesar de alguns avanços, os estudos no âmbito da Ciência da Informação e Arquivologia apontam para uma demanda por profissionais para lidar com essa documentação e a necessidade de proximidade com as áreas do cinema e linguística. No 18º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais que ocorreu na 18<sup>a</sup> Mostra de Cinema de Ouro Preto, em Minas Gerais, em junho de 2023, na mesa temática que apresentou “iniciativas de mapeamentos audiovisuais”, a oscilação terminológica sobre os diferentes suportes audiovisuais foi mencionada como um problema por diferentes profissionais. Portanto, essa pesquisa, bibliográfica, documental e descritiva teve como objetivo verificar, por meio da análise das matrizes curriculares dos cursos de Arquivologia no Brasil, como o ensino sobre a documentação audiovisual vem sendo realizado. O levantamento demonstrou que sete cursos de Arquivologia ofertam disciplinas especificas com eixos temáticos relativos ao tratamento do documento audiovisual. No trabalho apresentado verificou-se que o ensino sobre a temática audiovisual na Arquivologia é fundamental para contribuir com o avanço das pesquisas, técnicas e procedimentos de tratamento para os arquivos audiovisuais.</p> 2024-04-24T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Kalinka Brant da Silva, Hildenise Ferreira Novo https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/393 Inteligência artificial no contexto da Ciência da Informação 2024-03-19T15:10:41-03:00 Fernanda Maria Melo Alves fmeloa2@hotmail.com Maria Carmo Oliveira Ribeiro carmemcor@hotmail.com Copyright (c) 2024 Fernanda Maria Melo Alves, Maria do Carmo de Oliveira Ribeiro https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/400 Alfabetização informacional e uso de ambientes virtuais interativos para a aprendizagem significativa 2024-03-20T09:05:17-03:00 Maria Alice Santos Ribeiro maliceribeiro@gmail.com Hildenise Ferreira Novo hnovo@ufba.br <p>Na mídia, é recorrente a presença de notícias sobre como as redes sociais e os dispositivos digitais estão integrados ao cotidiano das práticas sociais. No campo educacional, o uso das tecnologias digitais para o ensino e a aprendizagem torna-se cada vez mais rotineiro. Este texto tem por objetivo evidenciar que os ambientes virtuais interativos são espaços ideais para a aplicação da alfabetização informacional (<em>information literacy</em>) como um dos procedimentos estratégicos para o processo de aprendizagem significativa. Por tratar-se de uma pesquisa de caráter qualitativo, realizou-se o levantamento bibliográfico de autores que trazem conceitos e concepções sobre <em>information literacy</em>, aprendizagem significativa, tecnologia digital e prática pedagógica em espaços interativos de cooperação e de discussão virtual, que permeiam o processo de ensino-aprendizagem, na perspectiva do mediador/educador e do aprendente/aprendiz serem os reconstrutores de conhecimento. Como resultado, decorrente da atividade pedagógica, houve considerável aceitação desses ambientes virtuais de aprendizagem e das ferramentas digitais interativas no processo de ensino-aprendizagem e a consistente produção de conhecimento para promoção do senso crítico e da autonomia do indivíduo aprendente.</p> 2024-04-24T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Maria Alice Santos Ribeiro, Hildenise Ferreira Novo https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/406 Organização de acervo fotográfico 2024-03-20T13:54:58-03:00 Arysa Cabral Barros arysa.cabral@ufca.edu.br Katty Anne Souza Nunes katty.nunes@aluno.ufca.edu.br Fabiana Aparecida Lazzarin fabiana.lazzarin@ufca.edu.br Hellen Alves Oliveira hellen.alves@aluno.ufca.edu.br Jéssica Alves Souza jessica.alves@aluno.ufca.edu.br Susana Oliveira Brito susana.brito@aluno.ufca.edu.br <p>Apresenta as adversidades que envolvem o impacto da falta de organização de acervo fotográfico na preservação e difusão da história, como é o caso da Companhia Carroça de Mamulengos. Estabelece como pergunta-problema: quais são os desafios enfrentados na prática de organização de acervo fotográfico? Tem por objetivo geral, avaliar as atividades desenvolvidas na organização do acervo fotográfico do projeto ‘Preservação da memória da Carroça de Mamulengos: memorial 45 anos’. Discorre as concepções teórico-conceituais sobre organização da informação e, consequentemente, a representação descritiva e temática dos objetos informacionais. Evidencia as categorias de descrição de imagens voltadas ao contexto, cenário, personagens e fatos, além de apresentar a fotografia como material especial que exige cuidados diferenciados, pois são fontes informacionais, históricas, etnográficas e antropológicas. Dispõe, nos aspectos metodológicos, uma abordagem descritiva e bibliográfica de caráter qualitativo. Inferiu-se sobre os desafios enfrentados na organização do acervo, bem como, na necessidade das práticas bibliotecárias para a preservação da memória social, a difusão da cultura e o acesso aos saberes e fazeres. Conclui-se que um dos principais desafios encontrados é a falta de informações detalhadas sobre as imagens, essa lacuna de informações dificulta a representação descritiva e temática das fotografias, comprometendo a sua compreensão e recuperação.</p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Arysa Cabral Barros, Katty Anne de Souza Nunes, Fabiana Aparecida Lazzarin, Hellen Alves de Oliveira, Jéssica Alves de Souza, Susana de Oliveira Brito https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/386 Rede sociotécnica de informação digital na educação básica e pública no Estado da Bahia 2024-03-19T09:45:16-03:00 Eunice Jesus Santos santosnice@hotmail.com Raul Marques Leite Souza raul_marques2@hotmail.com Barbara Coelho Neves babi.coelho7@gmail.com <p>Este trabalho aborda a rede sociotécnica, a informação digital e a promoção de uma rede fiável por meio tecnológico. Tem como objetivo, descrever como a rede sociotécnica na Educação da Bahia promove o acesso à informação digital interagindo na educação básica e pública no Estado, ao analisar as informações compartilhadas entre a Secretaria de Educação e sua rede escolar nos 417 municípios baianos no portal oficial do órgão público. A metodologia utilizada é documental e bibliográfica a qual pode-se inferir, após análise qualitativa das informações que a rede sociotécnica por meio do Portal oficial da Educação na Bahia, congrega diferentes conteúdos com base na educação escolar e parcerias com outros órgãos de fomento à pesquisa, inovação e tecnologias que investem neste nicho educacional. O Portal oficial é informativo, atualizado, porém, simples no seu design institucional, congregando outras redes sociais, a exemplo do Facebook (Meta), Instagram, Youtube, Twitter, dentre outras redes digitais para compartilhar informações oficiais com professores, coordenadores, estudantes e seus familiares, a sociedade baiana e parceiros da educação no Brasil e no mundo. Considera-se o Portal uma das redes sociotécnicas da educação básica e pública na Bahia, utilizando-se das tecnologias para a disseminação e democratização das informações no formato digital, fomentando mais transparência às políticas públicas e na prestação de serviços à sociedade em geral que tem acesso à rede de internet e dispositivos digitais para uso das informações da Educação básica e pública da Bahia.</p> Copyright (c) 2024 Eunice de Jesus Santos, Raul Marques Leite Souza, Barbara Coelho Neves https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/391 Entre Afetos 2024-03-19T13:33:28-03:00 Arysa Cabral Barros arysa.cabral@ufca.edu.br Fabiana Aparecida Lazzarin fabiana.lazzarin@ufca.edu.br Ivina Lobo Alencar ivina.alencar@aluno.ufca.edu.br Jucieldo Alexandre jucieldo.alexandre@ufca.edu.br katty Anne Sousa Nunes katty.nunes@aluno.ufca.edu.br Vitória Lopes Felix victorialf95@gmail.com <p>Contextualiza as contribuições da biblioterapia e o seu papel no projeto Entre Afetos, vinculado à Pró-Reitoria de Cultura da Universidade Federal do Cariri, localizada no sul do Ceará e desenvolvido por docentes e discentes do curso de Biblioteconomia. Estabelece como pergunta norteadora, qual o impacto da biblioterapia na vida dos estudantes voluntários do projeto Entre Afetos? Tem como propósito compreender os efeitos desta prática na promoção do bem-estar emocional dos universitários. Apresenta, na fundamentação teórica, os aspectos conceituais, as tipologias, os benefícios e a importância da prática da biblioterapia como uma abordagem terapêutica. Possui, enquanto aspectos metodológicos, caráter descritivo, bibliográfico e qualitativo, em razão de que a pesquisa observa, registra e analisa os benefícios da biblioterapia para os estudantes participantes do projeto Entre Afetos, os quais foram coletados por meio de um questionário. Infere a influência dos afetos e das emoções despertados nos estudantes universitários através da biblioterapia e do projeto em tela, bem como concepção dos alunos sobre a prática da biblioterapia e a atuação da pessoa bibliotecária nesse eixo. Conclui o impacto positivo das práticas biblioterapeuticas na vida e no desenvolvimento pessoal dos participantes, ampliando suas experiências e contribuindo para o desenvolvimento de habilidades relacionadas à prática bibliotecária.</p> Copyright (c) 2024 Arysa Cabral Barros, Fabiana Aparecida Lazzarin, Ivina Lobo Alencar, Jucieldo Alexandre, katty Anne de Sousa Nunes, Vitória Lopes Felix https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/396 Encontros Operativos em Ansiedade e Normose Informacionais do Laboratório de Práticas em Psicologia e Ciência da Informação (LAPCI) 2024-03-19T15:52:17-03:00 José Carlos Sales Santos jsalles@ufba.br Débora Leitão Leal debora.leitao@ufba.br Crislane Silva Lobo crislanelobo@yahoo.com <p>Compreendido como um estado emocional de apreensão, tensão e inquietação experimentado por indivíduos perante o excesso de informações, a ansiedade informacional constitui um sentimento humano que permeia e interfere no processo de procura, recuperação e apropriação de conteúdos em fontes e sistemas de informação. A ansiedade informacional apresenta um conceito intimamente associado à normose informacional, que concorda ao fenômeno sociocultural de aceitação e normalização da demasia de informações, e contribui com modelos comportamentais disfuncionais, como a procura constante de conhecimento e a “necessidade” de atualização permanente. No âmbito universitário, observamos que atividades de pesquisa, publicações, cumprimento dos créditos de componentes curriculares e a vulnerabilidade financeira interferem, mormente, no desempenho de discentes universitários da graduação e pós-graduação. Assim, a presente pesquisa objetivou discorrer como a ansiedade e a normose informacionais inferem no comportamento de graduandos e pós-graduandos da Universidade Federal da Bahia e Universidade Salvador. A investigação parte do projeto de extensão estruturado pelo grupo pesquisa em Laboratório de Práticas em Psicologia e Ciência da Informação (LAPCI), denominado de <em>Encontros Operativos de Práticas Universitárias: Ansiedade e Normose Informacionais na Graduação e Pós-Graduação</em>. Para cumprir o objetivo em tela, delineamos os procedimentos metodológicos, a partir do método de procedimento monográfico (estudo de casos múltiplos), nível da pesquisa descritivo, técnica e instrumento de coleta de dados e informações, como o incidente crítico e o questionário eletrônico, respectivamente. Como resultados parciais, os discentes analisados das instituições de ensino superior apresentaram um grau leve a moderado de ansiedade, relacionado ao volume excessivo de informações, com dificuldades subjacentes no intento de procurar e recuperar conteúdos qualificados. As considerações finais parciais permitiram evidenciar que disseminar informações precisas, sempre orientadas às necessidades informacionais dos graduandos e pós-graduandos, facultam uma possibilidade para mitigar sentimentos e emoções que provocam a ansiedade nos discentes universitários investigados.</p> Copyright (c) 2024 José Carlos Sales dos Santos, Débora Leitão Leal, Crislane Silva Lobo https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/404 Políticas públicas de informação em tempos de fake news 2024-03-20T10:57:20-03:00 Claudia Souza Estrela orcidce@gmail.com Gustavo Alpoim Santana gustavoalpoim@yahoo.com.br Zeny Duarte Miranda zenydu@gmail.com <p>O presente artigo é concernente às políticas públicas de informação em tempos de <em>fake news</em>. Faz uma breve abordagem da trajetória das políticas públicas de informação e, através das pesquisas bibliográficas, traz considerações de diversos especialistas sobre <em>fake news</em> e os seus impactos. Apresenta a atuação do poder público através do Projeto de Lei 2630/ 2020, conhecida como Lei das <em>Fake News, </em>mostrando opiniões de autoridades sobre o tema, bem como, citando pontos frágeis do Projeto de Lei. Em alusão aos procedimentos metodológicos, foi empregada na abordagem do problema a pesquisa qualitativa, e sob as perspectiva dos objetivos, aplicou-se o método descritivo utilizando o procedimento da pesquisa bibliográfica. No tocante aos resultados destacados na literatura, percebe-se que há uma gestão da informação voltada à propagação das <em>fake news </em>uma vez que a grande parcela da população acessa a internet através do telefone cellular, sendo que as respectivas operadoras ofertam pacotes ilimitados para as redes sociais, que é o terreno fértil de proliferação das informações improcedentes. Destaca também que, o acesso público à informação, está contido nos objetivos do&nbsp; Desenvolvimento Sustentável propagado pela Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas. Observa-se também que, os especialistas são unânimes quanto a educação ser uma importante ferramenta no combate a propagação das <em>fake news</em>. Conclui-se enfatizando a urgência do combate as <em>fake news,</em> respeitando as peculiaridades dos municípios brasileiros e a adoção de política pública de informação.</p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Claudia de Souza Estrela, Gustavo Alpoim de Santana, Zeny Duarte de Miranda https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/409 Fluxo informacional na comissão de acumulação de cargos da Universidade Federal da Bahia 2024-03-20T14:52:24-03:00 Sheila Sampaio Dantas sheilasampaiodantas@gmail.com Sérgio Franklin Ribeiro Silva srfranklin@gmail.com <p>Esta pesquisa aborda os estudos sobre o fluxo informacional como ferramenta utilizada em uma organização em busca de melhoria nos processos de gestão. Tem por objetivo mapear o fluxo informacional realizado pela Comissão de Acumulação de Cargos da Universidade Federal da Bahia sobre o indício de possível irregularidade apontadas pelo Tribunal de Contas da União, no exercício do regime de dedicação exclusiva, com o fito de identificar e propor melhorias no desenvolvimento dessa atividade. Para alcançar este objetivo foi realizado como procedimento metodológico um estudo de caso no atendimento da fiscalização do Tribunal de Contas da União. A amostra se ateve ao estudo do indício de possíveis irregularidades cometidas no exercício do regime de dedicação exclusiva. Foi desenvolvida uma pesquisa bibliográfica e documental de natureza qualitativa. A coleta de dados foi realizada entre junho de 2023 e julho de 2023, produzida por meio de entrevista semiestruturada, aplicada aos servidores responsáveis pela execução das etapas necessárias ao atendimento da fiscalização, bem como observação assistemática, visando ao mapeamento do fluxo informacional. Os resultados submeteram-se à análise de conteúdo, possibilitando a proposição de melhorias como a visualização e a padronização do trabalho e a necessidade de maior interação entre os sujeitos organizacionais. A relevância da pesquisa encontra-se no fato de que tal estudo pode ser reproduzido e adaptado nas instituições federais de ensino superior que se submetem à fiscalização.&nbsp;</p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Sheila Sampaio Dantas, Sérgio Franklin Ribeiro da Silva https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/389 Diálogos entre a Biblioteconomia e a Ciência da informação 2024-03-19T11:09:11-03:00 Lucília Maria Lima Vieira luciliav@gmail.com Ivana Aparecida Borges Lins ivana.lins@gmail.com <p>O Estudo discorre sobre as relações entre a Biblioteconomia e a Ciência da Informação, como campos do conhecimento intrinsecamente relacionados. Essa relação é evidenciada por aspectos como: a informação constitui objeto de estudo comum entre essas disciplinas; a relação institucional é significativa no âmbito do ensino de graduação e pós-graduação strictu-sensu, onde os Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação são oferecidos em sua maioria por Instituições que ofertam a graduação em Biblioteconomia. Por outro lado, pesquisas apontam o número significativo de docentes da Pós-Graduação que atuam na formação do profissional bibliotecário, em nível de graduação. Salienta-se ainda o fato de que os primeiros estudos no campo da Ciência da informação foram baseados na biblioteconomia e nas atividades das Bibliotecas. Nesse sentido, este estudo pretende abordar questões acerca dessa relação de forma a contribuir com reflexões que contribuam para ampliar o diálogo entre a Biblioteconomia e a Ciência da Informação, a partir dos Programas de Pós-Graduação, de forma a promover estudos e pesquisas que venham a fortalecer a Biblioteconomia e a biblioteca. Trata-se de um estudo de caso, baseado em revisão de literatura e levantamento documental.</p> Copyright (c) 2024 Lucília Maria Lima Vieira, Ivana Aparecida Borges Lins https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/394 Comunicação científica em acesso aberto: estudo da produção científica dos pesquisadores-docentes do PPGCI/UFBA 2024-03-19T15:18:28-03:00 Jamilli Cristina Silva Quaresma jamilli.cristina@ufba.br Nidia Maria Lienert Lubisco nlubisco@ufba.br Copyright (c) 2024 Jamilli Cristina da Silva Quaresma, Nidia Maria Lienert Lubisco https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/402 O Processo de Socialização nos Clubes de Leitura no Período Pandêmico 2024-03-20T09:59:02-03:00 Beatriz Lima Oliveira beatriz.lima@aluno.ufca.edu.br Maria Cleide Rodrigues Bernardino cleide.rodrigues@ufca.edu.br <p>Aborda a leitura e a socialização por meio de grupos de leitura, buscando compreender o funcionamento dos clubes de leitura e do livro. Tem como objetivo principal analisar o processo de socialização nesses grupos desenvolvidos no período entre 2020 a 2022, enfatizando como acontece a interação e como as experiências de leitura ajudaram a superar a dor causada pela pandemia. Tem como objetivos específicos: refletir sobre o desenvolvimento de práticas leitoras; e analisar como as experiências de leitura ajudaram a superar a dor causada pela Pandemia. O percurso metodológico se deu a partir de uma pesquisa exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa, questionário e análise de conteúdo. Conclui-se que a leitura em grupo representou um escape da realidade atípica vivenciada, com o compartilhamento de vivências e experiências.</p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Beatriz de Lima Oliveira, Maria Cleide Rodrigues Bernardino https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/407 Práticas informacionais no Sistema Socioeducativo do estado da Bahia 2024-03-20T14:21:16-03:00 Natalice Jesus Sales natalicesales@gmail.com Ivana Aparecida Borges Lins ivana.lins@gmail.com <p>Este estudo pretende realizar uma investigação sobre as iniciativas e práticas de acesso à informação em unidades de atendimento socioeducativo na Bahia, administradas pela Fundação da Criança e do Adolescente, autarquia estadual responsável pela custódia de adolescentes e jovens em cumprimento de sentença judicial pela prática de atos infracionais. Tem por objetivo principal o mapeamento da oferta informacional destinada aos internos enquanto sentenciados e elencar os critérios de acesso e uso de recursos tecnológicos e de leitura por parte dos educadores das unidades. Para a concretização deste estudo, está sendo realizada uma pesquisa descritiva de natureza quali-quantitativa, tendo como amostra duas unidades de atendimento localizadas na cidade de Salvador; uma voltada para o atendimento de adolescentes e jovens do sexo feminino, e outra, para internos do sexo masculino. A pesquisa tem sinalizado a necessidade de maior investimento governamental em políticas públicas de incentivo à leitura nas unidades socioeducativas, bem como uma melhor equipagem dos espaços de ensino e aprendizagem que utilizam recursos de tecnologias da informação no contexto da socioeducação. A política de atendimento ao adolescente em privação de liberdade prevê que, durante o período de custódia, os internos possam desenvolver competências e habilidades que permitam o seu retorno à sociedade de forma segura e capaz de darem seguimento aos seus projetos de vida. Neste âmbito, a leitura, as práticas pedagógicas e as tecnologias da informação figuram como bases estruturais para a ressocialização e a reinserção desses indivíduos na sociedade.</p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Natalice de Jesus Sales, Ivana Aparecida Borges Lins https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/387 A competência em informação dos discentes do curso de Graduação em Biblioteconomia a Distância da Universidade Federal da Bahia 2024-03-19T10:06:11-03:00 Rossival Sampaio Morais ita.morais@hotmail.com José Carlos Sales Santos jsalles@ufba.br Rose Cátia Silva Araújo catiamath@outlook.com <p>A informação constitui um insumo essencial à história das sociedades, perpassando pelas transformações humanas, que principia com o desenvolvimento dos primeiros instrumentos laborais e avança ao advento e consolidação das tecnologias digitais de informação e comunicação. Assim, o bibliotecário e documentalista precisam atentar às transformações na sociedade contemporânea, sempre atentando às operações atinentes à representação, organização e disseminação de conteúdos orientados a usuários da informação. A partir do preâmbulo em tela, o presente artigo procurou&nbsp; investigar como os discentes do curso de Graduação em Biblioteconomia a Distância&nbsp; (BibEaD) da Universidade Federal da Bahia (UFBA) compreendem a temática associada à competência em informação. Para cumprir o objetivo da pesquisa, determinamos os&nbsp; procedimentos metodológicos com abordagem qualitativa e técnica e instrumento com&nbsp; a aplicação do questionário eletrônico a um grupo de 10 (dez) discentes. Os resultados&nbsp; da pesquisa revelaram que a compreensão dos respondentes em relação as disciplinas contribuem com o desenvolvimento da competência em informação; recuperamos também a concepção dos estudantes investigados em relação ao tema “competência em&nbsp; informação”. As considerações finais destacam a importância de investigar a compreensão dos discentes do curso de Graduação em Biblioteconomia a Distância (BibEaD) da UFBA sobre a temática associada à competência em informação, associando a teoria e prática no processo de aprendizagem contínua.</p> Copyright (c) 2024 Rossival Sampaio Morais, José Carlos Sales dos Santos, Rose Cátia da Silva Araújo https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/392 A implatação da disciplina "Extensão Universitária" no PPGCI/UFBA 2024-03-19T14:43:35-03:00 Ivana Aparecida Borges Lins ivana.lins@ufba.br Hildenise Ferreira Novo hnovo@ufba.br Claúdio Silva Jesus csjesus@gmail.com Jovenice Ferreira Santos jovenice@ifba.edu.br Maria de Fatima Santos Lima mariabibliotecaria@gmail.com Tawana Iêda Nobre Batista tawnobre1@gmail.com <p>A extensão universitária é uma atividade que busca estabelecer uma ponte entre a academia e a sociedade, promovendo o compartilhamento de conhecimentos, a valorização da cidadania e o desenvolvimento sustentável e desempenha um papel fundamental na formação dos estudantes e na transformação da realidade, consolidando a missão social das universidades. O presente estudo apresenta breve histórico sobre a temática Extensão Universitária. Aborda a experiência do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia (PPGCI/UFBA) no processo de implantação da Disciplina “Extensão Universitária” no semestre de 2023.1. Resgata a orientação da Universidade Federal da Bahia ao implementar a Extensão Universitária tanto na Graduação quanto nos Programas de Pós-Graduação. Analisa títulos dos anteprojetos de Mestrado e Doutorado dos discentes ingressantes no PPGCI/UFBA em 2022 e 2023, com o intuito de identificar viés de pesquisa sobre Extensão Universitária e finaliza com levantamento da oferta do referido componente curricular nos PPGCI do Brasil, onde se verifica que, a partir de dados coletados na Plataforma Sucupira, o PPGCI/UFBA é pioneiro na oferta da Disciplina Extensão Universitária na sua estrutura curricular.</p> Copyright (c) 2024 Ivana Aparecida Borges Lins, Hildenise Ferreira Novo, Claúdio Silva de Jesus, Jovenice Ferreira Santos, Maria de Fatima Santos de Lima, Tawana Iêda Nobre Batista https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/397 Competências em informação no universo da representação da informação 2024-03-19T15:59:43-03:00 Luís Carlos Batista Jesus luis.jesus@ufba.edu.br Hildenise Ferreira Novo hnovo@ufba.edu.br 2024-04-24T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Luís Carlos Batista de Jesus, Hildenise Ferreira Novo https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/405 Contributos do PBL no processo de ensino e aprendizagem no curso de graduação em Arquivologia 2024-03-20T11:17:10-03:00 Jaqueline Silva Souza jaqueline.souza@univasf.edu.br José Carlos Sales Santos jsalles@ufba.br Ângelo Augusto Abdalla Santos angeloabdallaadv@gmail.com Lucídio Lopes Alencar lucidio.alencar@univasf.edu.br <p>O ato educacional ocorre no ônibus, em casa, na igreja, em família e todos nós fazemos parte deste processo. Esse cenário favoreceu a criação de uma proposta construtivista para o ensino superior, que consiste em educar para a autonomia, metodologias inovadoras, utilizando-se da pesquisa, participação dos alunos, trabalhos em grupo, como um meio de aprofundar e resinificar os conhecimentos, os métodos ativos de ensino e aprendizagem. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa é analisar como o método ativo Problem Based Learning (PBL) contribui para o processo de ensino e aprendizagem no curso de graduação em Arquivologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Assim, procedeu-se um estudo de caso, de pesquisa qualitativa e nível descritivo. Os resultados indicam que os objetivos de ensino e aprendizagem do PBL é recomendado como método eficiente para a formação dos arquivistas. As considerações finais aprovam o método como um modelo inovador para área das ciências socias, que contribui de forma excelente para a formação e atuação dos professionais da informação.</p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Jaqueline Silva de Souza, José Carlos Sales dos Santos, Ângelo Augusto Abdalla dos Santos, Lucídio Lopes de Alencar https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/411 Cada um no seu quadrado 2024-03-20T15:38:10-03:00 Joselito Manoel Jesus joselitojoze@gmail.com Fernanda Maria Melo Alves fmeloa2@hotmail.com <p>Este trabalho tem como objetivo identificar e refletir sobre as competências em informação dos professores dos colegiados de licenciatura em Geografia dos departamentos da Universidade do Estado da Bahia, na sua prática docente. Para atingir os objetivos definidos, a pesquisa é bibliográfica, descritiva e qualitativa. A coleta de fontes bibliográficas efetuou-se no Portal de Periódicos da CAPES e na Base de Dados em Ciência da Informação, através dos descritores “competências em informação”, colegiado” e “docência”, permitindo selecionar referencial teórico pertinente. Utiliza a teoria da complexidade para sistematizar suas reflexões de modo a trabalhar a incorporação inteligente dos antagonismos na produção e na criação na qual as competências em informação têm importância fundamental. Para obter informação sobre as práticas docentes, aplicou-se uma entrevista semiestruturada a 5 professores do Colegiado de Licenciatura em Geografia do DCH IV. Depois de lidas as respectivas contribuições, aplicou-se a análise de conteúdo, sistematizando-se em unidades de registro e classificando-as em unidades de sentido, elaborando-se as inferências. Para manter o anonimato dos entrevistados utilizou-se a simples numeração de 1 a 5. Os resultados apontam para práticas individuais e desperdício de potencialidades que poderiam ser aproveitadas se houvesse uma retroação permanente do colegiado como todo, em que os professores, as partes, utilizassem as suas competências em informação para o revitalizar, desenvolvendo sistematicamente estratégias articuladas.</p> 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Joselito Manoel de Jesus, Fernanda Maria Melo Alves https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/385 Currricularização da extensão na graduação em Biblioteconomia e Documentação 2024-03-19T09:14:10-03:00 Carolina Souza Santana carol.santana@ufba.br Leyde Klebia Rodrigues Silva Leyde.klebia@ufba.br Denise Braga Sampaio Denise.sampaio@ufba.br <p>A curricularização da extensão é o processo que torna a extensão parte<br>obrigatória da carga horária dos cursos de Ensino Superior no Brasil.<br>Regulamentada por resolução do Ministério da Educação, estabelece<br>diretrizes, princípios, fundamentos e procedimentos que devem ser<br>observados para o planejamento e implementação da extensão. Essa<br>demanda envolve especialmente, as equipes dos Núcleos Docentes<br>Estruturantes e colegiados das Instituições de Ensino Superior. Assim,<br>questiona-se como a curricularização pode ser uma prática que<br>efetivamente contribua para a formação dos discentes de<br>Biblioteconomia? A partir dessa questão norteadora, o objetivo geral<br>deste trabalho é apresentar o processo de implementação da<br>curricularização da extensão no curso de graduação em Biblioteconomia<br>e Documentação da Universidade Federal da Bahia. Especificamente,<br>pretende-se promover um debate sobre a importância da<br>curricularização na graduação em Biblioteconomia como um aspecto<br>obrigatório; refletir sobre a relação entre a extensão e a<br>responsabilidade social na formação dos discentes; identificar as<br>possíveis práticas de curricularização da extensão. Para os fins<br>estabelecidos, considera-se a pesquisa do tipo descritiva, utilizando-se a<br>técnica de análise documental com uma abordagem metodológica<br>qualitativa. Os resultados revelaram indícios de práticas extensionistas<br>em alguns componentes curriculares, contudo, ainda muito incipiente em<br>relação ao quantitativo geral da matriz curricular; apontou também, a<br>necessidade de um melhor entendimento por parte dos docentes sobre<br>as características de ações extensionistas e, sinalizou, uma<br>oportunidade para o Instituto de Ciência da Informação diversificar suas<br>ações extensionistas, centradas em cursos e eventos, para o<br>desenvolvimento de ações curriculares em comunidade e sociedade.</p> Copyright (c) 2024 Carolina Souza de Santana, Leyde Klebia Rodrigues da Silva, Denise Braga Sampaio https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/390 Estágio de Docência na Pós-Graduação em Ciência da Informação 2024-03-19T11:47:58-03:00 Maurício José Morais Costa mauriciojosemorais@gmail.com Italo Teixeira Chaves italo.chaves99@gmail.com Maria Cleide Rodrigues Bernadino cleide.rodrigues@ufca.edu.br <p>Estudo que objetiva relatar as experiências e os sentidos vivenciados no estágio de docência realizado na disciplina de Metodologia do Trabalho Científico nos cursos de graduação em Ciências Contábeis e Engenharia de Alimentos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Discute as contribuições da mediação pedagógica na referida atividade para a formação stricto sensu em Ciência da Informação, bem como as competências desenvolvidas e aspectos formativos conjugados no exercício do magistério superior por parte dos pós-graduandos em CI. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, operacionalizada por meio de uma pesquisa de campo, mediante imersão na realidade do estágio de docência, realizado entre os meses de agosto e dezembro de 2023. Adotou-se como instrumento de coleta de dados a observação participante e a técnica o relato de experiência. Discute mediação da informação e pedagógica no estágio de docência em diálogo com Gomes (2020), Rabello (2023), Castro e Almeida Júnior (2022), Ferreira e Santos Neto (2016), Paulo Freire (2019), Chaves e Cavalcante (2023), Fortunato, Araujo e Medeiros (2023), dentre outros. A partir das evidências afirma que o percurso de práticas e vivências no estágio de docência relatado e suas interfaces com o quadro teórico trabalhado neste estudo demonstra a contribuição dessa atividade para a formação dos pós-graduandos em CI, ao passo em que possibilita o exercício do magistério superior com o acompanhamento de um docente. Reconhece, a partir do que fora relatado, que o exercício da docência no Ensino Superior é desafiador, pois trata-se de um ambiente complexo e que demanda conhecimentos específicos e habilidades distintas daquelas consolidadas na graduação, sobretudo quando se trata de cursos bacharelados (Biblioteconomia, Arquivologia, dentre outros).</p> Copyright (c) 2024 Maurício José Morais Costa, Italo Teixeira Chaves, Maria Cleide Rodrigues Bernadino https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/395 Igualdade de gênero e projetos desenvolvidos em colégios estaduais: um relato de pesquisa 2024-03-19T15:27:05-03:00 Jaqueline Silva Souza jaqueline.souza@univasf.edu.br José Carlos Sales Santos jsalles@ufba.br Ângelo Augusto Abdalla Santos angeloabdallaadv@gmail.com Lucídio Lopes Alencar lucidio.alencar@univasf.edu.br Jolie Kelly Amaral jolie.sophia@gmail.com <p>Esta investigação aborda relato de pesquisa de proposta de tese de doutoramento e apresenta programas e projetos desenvolvidos pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEEB), do Brasil. Para servir como consulta e debate para aqueles interessados em pesquisar sobre o tema. Seu objetivo consiste em analisar como a SEEB contribui para agenda 2030, no que&nbsp;consiste em alcançar a igualdade de gênero e empoderamento de mulheres e meninas, através dos seus projetos. A pesquisa possui nível descritivo de técnica de pesquisa bibliográfica e documental de natureza qualitativa. Para tanto, realizou-se um levantamento documental na homepage da SEEB. Os resultados indicam que a SEEB não desenvolve projetos na área de igualdade de gênero, assunto ainda emergente. Considera-se assim, a necessidade de uma ampliação na literatura da área, justificativa para proposta de pesquisa de doutoramento sobre igualdade de gênero e literacia digital de mulheres adolescentes de colégios públicos da Bahia.</p> Copyright (c) 2024 Jaqueline Silva de Souza, José Carlos Sales do Santos, Ângelo Augusto Abdalla dos Santos, Lucídio Lopes de Alencar, Jolie Kelly Amaral https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/412 Editorial 2024-04-22T11:08:50-03:00 Ivana Aparecida Borges Lins ivana.lins@gmail.com 2024-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Ivana Lins