Estágio de Docência na Pós-Graduação em Ciência da Informação

experiências e sentidos vivenciais na disciplina de Metodologia do Trabalho Científico

Autores

Palavras-chave:

Estágio de Docência, Docência no Ensino Superior, Formação Docente na Pós-Graduação, Formação Stricto Sensu em Ciência da Informação

Resumo

Estudo que objetiva relatar as experiências e os sentidos vivenciados no estágio de docência realizado na disciplina de Metodologia do Trabalho Científico nos cursos de graduação em Ciências Contábeis e Engenharia de Alimentos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Discute as contribuições da mediação pedagógica na referida atividade para a formação stricto sensu em Ciência da Informação, bem como as competências desenvolvidas e aspectos formativos conjugados no exercício do magistério superior por parte dos pós-graduandos em CI. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, operacionalizada por meio de uma pesquisa de campo, mediante imersão na realidade do estágio de docência, realizado entre os meses de agosto e dezembro de 2023. Adotou-se como instrumento de coleta de dados a observação participante e a técnica o relato de experiência. Discute mediação da informação e pedagógica no estágio de docência em diálogo com Gomes (2020), Rabello (2023), Castro e Almeida Júnior (2022), Ferreira e Santos Neto (2016), Paulo Freire (2019), Chaves e Cavalcante (2023), Fortunato, Araujo e Medeiros (2023), dentre outros. A partir das evidências afirma que o percurso de práticas e vivências no estágio de docência relatado e suas interfaces com o quadro teórico trabalhado neste estudo demonstra a contribuição dessa atividade para a formação dos pós-graduandos em CI, ao passo em que possibilita o exercício do magistério superior com o acompanhamento de um docente. Reconhece, a partir do que fora relatado, que o exercício da docência no Ensino Superior é desafiador, pois trata-se de um ambiente complexo e que demanda conhecimentos específicos e habilidades distintas daquelas consolidadas na graduação, sobretudo quando se trata de cursos bacharelados (Biblioteconomia, Arquivologia, dentre outros).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Mediação da informação: um conceito atualizado. In: BORTOLIN, S.; SANTOS NETO, J. A.; SILVA, R. J. (org.). Mediação oral da informação e da leitura. Londrina: ABECIN, 2015. p. 9-32.

CARDOSO, I. N. A.; COSTA, C. J. de S. A.; MERCADO, L. P. L. Avaliação da aprendizagem utilizando portfólios digitais: Uma análise dos portfólios produzidos por discentes no Ensino Superior. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 18, n. 00, e023027, 2023.

CHAVES, I. T.; CAVALCANTE, L. E. Percepciones de docentes sobre museos virtuales en el ámbito de la mediación de la información y el aprendizaje. Palabra Clave (Argentina), v. 12, n. 2, p. 1-15, 2023.

FERREIRA, E. S.; SANTOS NETO, J. A. Mediação da informação e mediação pedagógica na pesquisa escolar. Biblioteca escolar em revista, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 1-18, 2016.

FORTUNATO, I.; ARAÚJO, O. H. A.; MEDEIROS, E. A. Estágio de docência: um manifesto sobre formação de professores para o ensino superior. Debates em Educação, Maceió, v. 15, n. 37, p. 1-17, 2023.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2019. 256 p.

GOMES, H. F. Mediação da informação e suas dimensões dialógica, estética, formativa, ética e política: um fundamento da Ciência da Informação em favor do protagonismo social. Informação & Sociedade: Estudos, v. 30, n. 4, p. 1-23, 2020.

HORTIGÜELA, D.; PÉREZ-PUEYO, Á.; GONZÁLEZ-CALVO, G. Pero… ¿a qué nos referimos realmente con la evaluación formativa y compartida?: confusiones habituales y reflexiones prácticas. Revista Iberoamericana de Evaluación Educativa, Madrid, v. 12, n. 1, p. 13-27, may. 2019.

INÁCIO, A. L. M. et al. Estágio em docência na pós-graduação: perspectivas acerca da formação docente. Revista Transmutare, Curitiba, v. 4, n. 1, p. 1-17, 2019.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho científico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. 277 p.

RABELLO, R. Mediação da informação em presença: situacionalidade, transitoriedade e simetria entre implicadores e implicados. LOGEION: Filosofia da informação, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 62-90, 2023.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. del P. B. Metodologia de Pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso: 2013. 624 p.

SANTOS, E. A. dos; FREIRE, L. I. F. Planejamento e aprendizagem docentedurante o estágio curricular supervisionado. ACTIO, v. 2, n. 1, p. 263-281, jan./jul. 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA. Resolução nº 08/2023. Revoga a Resolução 05/2018 e dá nova redação às Normas do Estágio de Docência nos níveis de Mestrado e Doutorado no âmbito do PPGCI/UFPB. João Pessoa: PPGCI, UFPB, 2023. 4 p.

ZOPPO, B. M. et al. Avaliação na educação superior: portfólio como instrumento avaliativo. Meta: Avaliação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 44, p. 515-537, jul./set. 2022.

Publicado

26-04-2024

Como Citar

COSTA, M. J. M.; CHAVES, I. T.; BERNADINO, M. C. R. Estágio de Docência na Pós-Graduação em Ciência da Informação: experiências e sentidos vivenciais na disciplina de Metodologia do Trabalho Científico. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Paulo, p. 1–15, 2024. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/390. Acesso em: 18 jul. 2024.