Ensino remoto emergencial sob a perspectiva discente
PDF/A
HTML
XML

Palavras-chave

: Ensino remoto; Pandemia – ensino; Biblioteconomia; Tecnologia Digital.

Como Citar

MARINHO, R.; SANTOS, A. . D. dos . Ensino remoto emergencial sob a perspectiva discente. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 9, n. número especial, p. 1–11, 2022. DOI: 10.24208/rebecin.v9.321. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/321. Acesso em: 8 dez. 2022.

Resumo

O texto discorre sobre como a tecnologia faz parte do processo de ensino sob o ponto de vista dos alunos, de modo a estabelecer ressignificações do mundo digital. Figuram como objetivos específicos conhecer os dispositivos, plataformas e estratégias tecnológicas que os alunos da educação superior utilizam no processo ensino aprendizagem, bom como discutir implicações e os desdobramentos de aprendizagem mediada por tecnologias móveis produz nos alunos vinculados aos cursos de graduação. Procedimentos metodológicos se caracterizam como estudo exploratório, cujo levantamento junto aos alunos. Na coleta de dados foi utilizado o questionário online, desenvolvido na plataforma Google Forms com questões de múltipla escolha. Conclui-se, pela necessidade do estabelecimento de uma política, pela universidade, de aprimoramento de conhecimentos técnicos e teóricos não recebidos devido ao formato de ensino remoto adotado.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v9.321
PDF/A
HTML
XML

Referências

BARCELOS, R.; TAROUCO, L.; BERCHT, M. O uso de mobile learning no ensino de algoritmos. Novas Tecnologias na Educação, v. 7, n. 2, p. 1-11, dezembro, 2009. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/renote/article/view/13573/0. Acesso em: 10 out. 2021.

BIESTA, G. J. J. Good Education in an age of measurement: Ethics, Politics, Democracy. New York: Routledge, 2016. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_nlinks&ref=4156937&pid=S0101-4838202000020001600004&lng=pt. Acesso em: 10 out. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União, Brasília, DF, seção 1, p. 39. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376. Acesso em: 11 out. 2021.

BRASIL. RESOLUÇÃO N° 2.078-CONSEPE, 17 de julho de 2020. Regulamenta o Ensino Emergencial Remoto e/ou Híbrido na UFMA durante o período de pandemia do novo Coronavírus (SARS-COV-2/COVID-19). UFMA: São Luís, 2020. Disponível em: http://www.ufma.br/portalUFMA/arquivo/0Y4SKln1B1KZXFS.pdf. Acesso em: 15 out. 2021.

LOUREIRO, C. B.; LOPES, M. C. Aprendizagem e tecnologias móveis sem fio: conexões, problematizações e possibilidades. Educação, Porto Alegre, v. 44, n. 1, p. 1 -13, jan-abr. 2021. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/32274. Acesso em: 12 out. 2021.

MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 21. ed. Campinas: Papirus, 2013.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Raimunda Marinho, Adenilze Dias dos Santos