A importância do Ensino de Libras para Graduandos em Biblioteconomia
PDF/A
HTML
XML

Palavras-chave

Biblioteconomia. Biblioteconomia Social. Cidadania. Inclusão. Libras.

Como Citar

SOUZA, C. B. dos S. de . A importância do Ensino de Libras para Graduandos em Biblioteconomia. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 9, n. número especial, p. 1–10, 2022. DOI: 10.24208/rebecin.v9.318. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/318. Acesso em: 8 dez. 2022.

Resumo

Este trabalho objetivou relatar a importância da obrigatoriedade da disciplina de Libras para estudantes do bacharelado em Biblioteconomia, como forma de desenvolvimento de competências que visam ao atendimento aos usuários surdos em suas unidades de informação. Relata por meio de revisão de literatura no âmbito da Pedagogia e de Biblioteconomia que tal disciplina é imprescindível, de fator inclusivo e comunicacional para aqueles que deles utilizam. Ressalta o caráter social da Biblioteconomia que tem como objetivo fomentar o acesso aos bens culturais e a promoção da cidadania àqueles que em muitos momentos são invisíveis socialmente. Mapeia, relata e destaca as universidades federais brasileiras que dispõe de tal disciplina nos cursos de graduação, enfatizando as que oferecem a disciplina como obrigatória. Recomenda e justifica a necessidade urgente da inserção desta disciplina como componente obrigatório nos currículos dos bacharelados em  biblioteconomia, pois os bibliotecários, por meio do seu trabalho, fazem parte da equipe que atua como agente educador, seja em bibliotecas escolares, universitárias ou públicas. Evidencia a atuação do bibliotecário (a) como um profissional que promove a transformação social por meio do seu trabalho de promoção à leitura, ao acesso ao livro e informações, como componentes indispensáveis para efetivação da cidadania a todos que dela necessitem.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v9.318
PDF/A
HTML
XML

Referências

BRASIL. Lei n° 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10436.htm. Acesso em: 15 out. 2021.

BRASIL. Lei n° 13.146, de 6 de junho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília, DF: Presidência da República, 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 15 out. 2021.

DUROZOI, G.; ROUSSEL, A. Dicionário de Filosofia. 5. ed. Campinas: Papirus, 1993.

GERMANO JÚNIOR, M. M. S.; SANTOS, T. B; SOUZA, C. B. S. A importância do ensino de Libras para os discentes do bacharelado em Biblioteconomia: uma reflexão necessária. In: ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA E GESTÃO DA INFORMAÇÃO, 41., Rio de Janeiro, 2018. Anais [...]. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: https://app.uff.br/riuff/bitstream/1/12715/1/109.pdf . Acesso em: 15 out. 2021.

PEREIRA, J. M. Manual de metodologia da pesquisa científica. São Paulo: Atlas, 2007.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 22.ed. São Paulo: Cortez, 2007.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 2010.

VYGOTSKY, L.S. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Claudia Barbosa dos Santos de Souza