Princípios educacionais de Paulo Freire na docência universitária em Biblioteconomia
pdf
html
xml

Palavras-chave

Docência universitária
Graduação em Biblioteconomia
Estratégias pedagógicas
Princípios de Paulo Freire
Princípios humanos

Como Citar

SANTA ANNA, J. Princípios educacionais de Paulo Freire na docência universitária em Biblioteconomia. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 8, p. 1–34, 2021. DOI: 10.24208/rebecin.v8i.286. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/286. Acesso em: 28 jun. 2022.

Resumo

A docência universitária exercita na Graduação em Biblioteconomia requer um conjunto de habilidades técnico-pedagógicas, das quais muitas delas nem sempre são exploradas durante a formação inicial do docente, sobretudo as de cunho pedagógico. Esse contexto problematiza a necessidade do fazer docente considerar princípios educacionais, de modo a fortalecer o ensino-aprendizagem requerido no percurso formativo do bibliotecário. Partindo do pressuposto de que as práticas educativas assumiram novos rumos a partir do legado constituído pelo educador Paulo Freire, faz-se necessário identificar a aplicação dos princípios postulados por esse autor no fazer do docente de Biblioteconomia, sendo esse o principal objetivo deste estudo. Além disso, o estudo apresenta o panorama da prática docente no curso de Graduação em Biblioteconomia; sistematiza os princípios freireanos e as atitudes a eles vinculadas; e correlaciona esses princípios com as práticas pedagógicas que permeiam os cursos de formação do bibliotecário. De natureza qualitativa, o estudo recorre à pesquisa bibliográfica, mediante a consulta a artigos publicados sobre docência em Biblioteconomia, e à análise de conteúdo, a fim de sintetizar as propostas freireanas, que revelam novos caminhos para a educação. Os resultados indicaram que a prática docente recorre aos princípios humanos e sociais, não sendo explorados os princípios democráticos. Por essas evidências, conclui-se acerca da necessidade da adoção de estratégias pedagógicas que possibilitem uma educação mais crítica, emancipatória e interventiva, de modo a encorajar o bibliotecário ao exercício profissional e fortalecer o reconhecimento e atuação da Biblioteconomia na sociedade.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.286
pdf
html
xml

Referências

ALMEIDA, Tainá. Princípios freireanos para a formação de um professor de línguas libertador. Fólio: Revista de Letras, Vitória da Conquista, v. 11, n. 1, p. 707-728, jan./jun. 2019. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/5149/4163. Acesso em: 14 jun. 2021.

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de. Sociedade e Biblioteconomia. São Paulo: Polis, 1997.

ARAÚJO, Francys Silva; LEAL, Rafaela Esteves Godinho. Wiki: docência universitária: papéis e desafios. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 2, n. 1, p. 97-116, jan./jun. 2012. Disponível em: https://www.ufmg.br/giz/wp-content/uploads/2014/10/08-WIKI-DOC%C3%8ANCIA-UNIVERSIT%C3%81RIA-PAPEIS-E-DESAFIOS.pdf. Acesso em: 18 jun. 2021.

ARAÚJO, Ronaldo Ferreira. A prática pedagógica no ensino de Biblioteconomia: interação e colaboração no contexto da web 2.0. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 18, n. 36, p.129-156, jan./abr.2013. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2013v18n36p129. Acesso em: 17 jun. 2021.

BERNARDI, Manuela Ciconetto; RAMOS, Flávia Brocchetto. Estágio docência: relato de experiência no curso de Biblioteconomia (EAD) da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 25, n. 3, p. 766-777, ago./dez. 2020. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1690. Acesso em: 18 jun. 2021.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: http://www.cp2.g12.br/alunos/leis/lei_diretrizes_bases.htm. Acesso em: 18 jun. 2021.

CUNHA, Maria Isabel da. A formação docente na universidade e a ressignificação do senso comum. Educar em Revista, Curitiba, v. 35, n. 75, p. 121-133, maio/jun. 2019. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/educar/article/view/67029/39136. Acesso em: 17 jun. 2021.

DINIZ, Edileuda Soares; ROCHA, Simone Albuquerque da. Docência universitária em diários: o curso de Biblioteconomia na escrita dos novos professores. Revista da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS, Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 127-155, jan./jun. 2013. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/download/96663. Acesso em: 17 jun. 2021.

DUARTE, Yaciara Mendes. A sociedade da desinformação e os desafios do bibliotecário em busca da biblioteconomia social. In: RIBEIRO, Anna Carolina Mendonça Lemos; FERREIRA, Pedro Cavalcanti Gonçalves (org.). Bibliotecário do Século XXI: pensando o seu papel na contemporaneidade. Brasília: Ipea, 2018. p. 67-82.

EGGERT-STEINDEL, Gisela. A extensão universitária uma contribuição na atuação da docência em Biblioteconomia e Documentação: um relato. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 7, n. 1, p. 51-58, jan./jun. 2002.

FERREIRA, Glória Isabel. A prática pedagógica do professor de Biblioteconomia. [S. l.], 2000. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/10202/000294923.pdf. Acesso em: 17 jun. 2021.

FONTANELLA, Taciana Cristina Possamai Della; BITTENCOURT, Ricardo Luiz de. Princípios freireanos orientadores na política de desenvolvimento profissional. Saberes Pedagógicos, Criciúma, v. 2, n. 1, p. 204-215, jan./jun. 2018. Disponível em: http://periodicos.unesc.net/pedag/article/view/3582/3442#. Acesso em: 17 jun. 2021.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 28. ed. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 40. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

FREIRE, Paulo. Política e educação: ensaios. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

GADOTTI, Moacir. Educação e ordem classista. In: FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 28. ed. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 2005. p. 4-6.

JESUS, Riquelma de Sousa de; SILVA, Yara Fonseca de Oliveira e. Ensino e pesquisa no curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás: um olhar a partir do projeto político-pedagógico e da matriz curricular. In: SEMINÁRIO SOBRE DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA, 1., 2011, Goiânia. Anais [...]. Goiânia: UFG, 2011. p. 1-16.

LIMA, Maria Socorro Lucena; BRAGA, Maria Margarete Sampaio de Carvalho. Relação ensino-aprendizagem da docência: traços da pedagogia de Paulo Freire no ensino superior. Educar em Revista, Curitiba, n. 61, p. 71-88, jul./set. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/mFvDbRfC5LVsH8fzyj9CcHc/?lang=pt. Acesso em: 14 jun. 2021.

LOURENÇO, Cíntia de Azevedo et al. Os desafios do ensino de RDA em Cursos de Biblioteconomia: relato de experiência na UFMG. REBECIN, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 69-88, jul./dez. 2020. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/203/209. Acesso em: 18 jun. 2021.

MACIEL, Karen de Fátima. O pensamento de Paulo Freire na trajetória da educação popular. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 2, n. 2, p. 326-344, jul./dez. 2011.

MORIGI, Valdir José; VANZ, Samile Andréa de Souza; GALDINO, Karina. Bibliotecário e suas práticas na construção da cidadania. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 7, n. 1, p. 134-147, jan./jun. 2002.

SANTA ANNA, Jorge. Docência universitária na formação de profissionais dinâmicos: ampliando o potencial da profissão em Biblioteconomia. Investigación bibliotecológica, Ciudad de México, v. 34, n. 82, p. 13-28, ene./mar. 2020. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0187-358X2020000100013. Acesso em: 17 jun. 2021.

SANTA ANNA, Jorge. O ensino pela pesquisa: interlocuções com Paulo Freire na docência em Biblioteconomia. Investigación bibliotecológica, Ciudad de México, v. 32, n. 77, p. 59-72, oct./dic. 2018. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/pdf/ib/v32n77/2448-8321-ib-32-77-59.pdf. Acesso em: 17 jun. 2021.

SANTA ANNA, Jorge. Potencialidades das visitas técnicas na docência universitária: aplicações nas disciplinas de representação da informação. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, v. 5, p. 1-20, 2019. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8653104/18664. Acesso em: 18 jun. 2021.

SAUL, Ana Maria; SAUL, Alexandre. Uma prática docente inspirada na pedagogia freireana: a experiência na cátedra Paulo Freire da PUC-SP. Revista Interritórios, Caruaru, v. 2, n. 2, p. 70-84, jul./dez. 2016. Disponível em:

https://periodicos.ufpe.br/revistas/interritorios/article/view/5049/4327. Acesso em: 14 jun.2021.

SILVEIRA, Regina Lúcia Barros Leal da. Competências e habilidades pedagógicas. 2005. Disponível em: http://www.adventista.edu.br/source/asped-gtc/competencias-e-habilidades-pedagogicas.pdf. Acesso em: 18 jun. 2021.

VALLS, Valéria Martin; SANTIAGO, Derick Casagrande; RODRIGUES, Wellington Ferreira. Ambiente virtual de aprendizagem (AVA): a experiência da FABCI/FESPSP. REBECIN, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 89-104, jul./dez. 2020. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/224/210. Acesso em: 17 jun. 2021.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.