Formação do bibliotecário brasileiro no contexto da competência em dados
PDF
HTML
XML

Palavras-chave

Formação do bibliotecário
Competência em informação
Competência em dados
Gestão de dados de pesquisa
Dados de pesquisa

Como Citar

Costal, M., Zattar, M. ., & Sales, L. (2021). Formação do bibliotecário brasileiro no contexto da competência em dados. Revista Brasileira De Educação Em Ciência Da Informação, 8. https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.264

Resumo

Propõe estudar a formação dos bibliotecários na graduação em nível nacional nos aspectos relacionados à competência em informação e à gestão de dados de pesquisa. Para tal, serão abordados no referencial teórico a relação entre a competência em informação e a competência em dados de pesquisa. Utiliza como procedimento metodológico uma abordagem qualitativa, realizada a partir de um método exploratório e descritivo. Apresenta a coleta de dados elaborada em buscas no site do Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior (e-MEC) para verificação dos cursos de Biblioteconomia, que em suas ementas, promovem o uso da competência em informação relacionada aos processos da gestão de dados de pesquisa. Apresenta como principais resultados que a competência em informação e a gestão de dados de pesquisa são temas incipientes na formação inicial do bibliotecário brasileiro. Conclui que a competência em dados, um ramo da competência em informação, no ensino de graduação, pode projetar as práticas biblioteconômicas para atender as necessidades dos pesquisadores quanto às etapas que envolvem a gestão de dados de pesquisa.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.264
PDF
HTML
XML

Referências

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES (ACRL). Framework for information literacy for higher education. Chicago: ACRL, 2015. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/standards/ilframework. Acesso em: 17 abr. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Cadastro nacional de cursos e instituições de educação superior: cadastro e-MEC. Brasília, DF: MEC, 2019. Disponível em: http://emec.mec.gov.br/. Acesso em: 10 mar. 2019.

BUCKLAND, M. K. Information as thing. Journal of the American Society for Information Science, Nova Jersey, v. 45, n. 5, p. 351-360, 1991.

CALZADA PRADO, J.; MARZAL, M. A. Incorporating data literacy into information literacy programs: core competencies and contents. Libri, [s. l.], v. 63, n. 2, p. 123-134, 2013. DOI: https://doi.org/10.1515/libri-2013-0010.

CARLSON, J. R. et al. Determining data information literacy needs: a study of students and research faculty. Libraries and the Academy, Baltimore, v. 11, n. 2, p. 629-657, 2011.

CARLSON, J. R. et al. Developing an approach for data management education: a report from the data information literacy project. International Journal of Digital Curation, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 204–217, 2013. DOI: 10.2218/ijdc.v8i1.254.

COSTAL, M. Competência em informação para gestão de dados de pesquisa: um olhar para a formação do (a) bibliotecário (a). Orientadora: Marianna Zattar. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

KOLTAY, T. Data literacy for researchers and data librarians. Journal of Librarianship and Information Science, Newbury Park, v. 49, n. 1, p. 3-14, 2017a.

KOLTAY, T. Data literacy: in search of a name and identity. Journal of Documentation, Bingley, v. 71, n. 2, p. 401-415, 2015. DOI: https://doi.org/10.1108/JD-02-2014-0026.

KOLTAY, T. The bright side of information: ways of mitigating information overload. Journal of Documentation, Bingley, v. 73, n. 4, p. 767-775, 2017b. DOI: https://doi.org/10.1108/JD-09-2016-0107.

SHAPIRO, J. J.; HUGHES, S. K. Information literacy as a liberal art: enlightenment proposals for a new curriculum. Educom Review, [s. l.], v. 31, n. 2, p. 1-6, 1996. Disponível em: https://teaching.uncc.edu/sites/teaching.uncc.edu/files/media/article-books/InformationLiteracy.pdf. Acesso em: 3 set. 2020.

TARTAROTTI, R. C. D.; DAL'EVEDOVE, P. R.; FUJITA, M. S. L. Biblioteconomia de dados em repositórios de pesquisa: perspectivas para a atuação bibliotecária. Informação & Informação, Londrina, v. 24, n. 3, p. 207-226, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2019v24n3p207. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/38732. Acesso em: 7 nov. 2020.

ZATTAR, M. Competência em Informação e Desinfodemia no contexto da pandemia de Covid-19. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 16, n. 2, p. 1-13, 2020. DOI: https://doi.org/10.18617/liinc. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/5391/5112. Acesso em: 18 abr. 2021.

ZATTAR, M. Competência em mídia e em informação no ensino: um breve relato de experiência. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 13, n. especial, p. 272-279, 2017. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/664. Acesso em: 26 jul. 2020.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.