A recepção dos contos de fadas por crianças cegas
PDF
HTML
XML

Palavras-chave

Deficiência Visual; Contos de Fadas; Contação de Histórias; Estética da Recepção; Livro Sensorial.

Como Citar

Sabatke, C., & Bortolin, S. (2021). A recepção dos contos de fadas por crianças cegas. Revista Brasileira De Educação Em Ciência Da Informação, 8. https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.258

Resumo

Este apresenta uma síntese do Trabalho de Conclusão de Curso defendido em 2017 no âmbito do curso de Biblioteconomia da Universidade Estadual de Londrina. Ressalta os questionamentos que influenciaram na escolha do tema do TCC, bem como, os objetivos que nortearam o trabalho. Elenca, brevemente, recortes dos temas mais relevantes presentes no referencial teórico, como: contos de fadas; contação de histórias, Estética da Recepção e livro sensorial. Destaca, também, os desafios encontrados pelos autores durante o desenvolvimento da pesquisa, os receios que envolveram o processo de seleção do conto de Rapunzel e como ocorreu a confecção do livro sensorial, usado para a aplicação da atividade de contação de história, com uma criança com deficiência visual de uma escola pública da região norte do estado do Paraná. Por fim, conclui com sugestões a respeito da confecção de livros sensoriais para crianças com deficiência visual e as considerações acerca dos resultados obtidos ao término da pesquisa.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.258
PDF
HTML
XML

Referências

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fadas. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2004.

FRISON, S. Clarice Lispector e o contador de histórias: literatura, recepção e performance. 2015. 176 f. Tese (Doutorado em Letras) – Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015. Disponível em: https://bityli.com/h3QGs. Acesso em: 19 abr. 2021.

RAMOS, A. C. Contação de histórias: um caminho para a formação de leitores? 2011. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Comunicação e Artes, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2011. Disponível em: https://bityli.com/BObxy. Acesso em: 24 mar. 2021.

ROMANI, E. Design do livro tátil ilustrado: processo de criação centrado no leitor com deficiência visual e nas técnicas de produção gráfica da imagem e do texto. 2016. 311 f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: https://bityli.com/lK4LK. Acesso em: 10 fev. 2021.

SCHNEIDER, R. E. F.; TOROSSIAN, S. D. Contos de fadas: de sua origem à clínica contemporânea. Psicologia em Revista, Belo Horizonte, v. 15, n. 2, p. 132-148, ago. 2009. Disponível em: https://bityli.com/9KOCP. Acesso em: 17 fev. 2021.

TORRES, S. M.; TETTAMANZY, A. L. L. Contação de histórias: resgate da memória e estímulo à imaginação. Sessão aberta: revista eletrônica de crítica e teoria de literaturas, Porto Alegre, v. 4, n. 1, jan./jun. 2008. Disponível em: https://bityli.com/LpG4U. Acesso em: 17 fev. 2021.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.