Rede científica do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas

Bioquímica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.257

Palavras-chave:

Bibliometria; Coautoria; Redes; Bioquímica; UFRGS.

Resumo

O presente artigo objetiva identificar a rede científica dos docentes/pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica (PPGBioq), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), no período de 2007-2016. Aplica indicadores bibliométricos de produção científica (número de documentos publicados em periódicos) e de coautoria. A coleta de dados da produção científica dos 48 docentes do PPGBioq/UFRGS deu-se na Coleta Capes e na Plataforma Sucupira, pertencente à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), seguido da verificação se essa produção estava indexada na Web of Science. Para tratar e normalizar os nomes das instituições em que os pesquisadores declararam a sua afiliação, criou-se um vocabulário controlado de autoridades na ferramenta Thesa. As redes foram criadas no software VosViewer. O PPGBioq/UFRGS apresenta uma rede científica ampla de colaboração nos documentos publicados, sendo que as interações mais frequentes, em todos os períodos analisados, foram com pesquisadores afiliados a departamentos da própria universidade (UFRGS) e com instituições localizadas na região Sul do país. Devido à falta de padronização dos nomes das instituições de afiliação dos pesquisadores, este artigo propõe um protocolo de padronização do nome institucional para o contexto do PPGBioq/UFRGS, que poderá ser utilizado pelos gestores na definição de uma política interna para submissão de manuscritos pelos docentes. Além disso, o vocabulário controlado de autoridades “Instituições de Bioquímica”, criado para o desenvolvimento da presente pesquisa, poderá ser utilizado em outros estudos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ediane Maria Gheno, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

É mestre e doutora em Educação em Ciências pela UFRGS. É graduada em Letras pela Faculdade Porto-Alegrense (FAPA) e Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Tem experiência na área de Educação em Ciências e Ciência da Informação (Biblioteconomia), atuando principalmente nos seguintes temas: Bibliotecas Comunitárias, Projetos de fomento ao livro e à leitura, divulgação científica, avaliação institucional, Bibliometria e Cientometria. Atualmente, está realizando estágio de Pós-Doutorado na UFRGS e atua como Docente Colaboradora no PPG em Educação em Ciência (PPGQVS-UFRGS) e é colaboradora no @cientonaltas PODCAST, programa de divulgação e popularização científica do PPGQVS.

Rene Faustino Gabriel Junior, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduado em Biblioteconomia e Documentação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2008), com mestrado em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação pela Universidade Federal do Paraná (2011) e doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2014). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCIN) da mesma universidade. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia, atuando principalmente nos seguintes temas: Ciência da Informação, Estudos Métricos da Informação, Bibliometria, Brapci, Comunicação Científica, Dados de Pesquisa e Produção Científica. Implantou e coordena a Base de Dados de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI). Membro do Grupo de Pesquisa de Comunicação Científica e do Núcleo de Estudos em Ciência, Inovação e Tecnologia da UFRGS. 

Referências

AITCHISON, J.; GILCHRIST, A.; BAWDEN, D. Thesaurus construction and use: a practical manual. London: Taylor & Francis e-Library, 2005.

BUFREM, L. S.; COSTA, F. D. O.; GABRIEL JUNIOR, R. F.; PINTO, J. S. P. Modelizando práticas para a socialização de informações: a construção de saberes no ensino superior. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 15, n. 2, 2010.

GABRIEL JUNIOR, R. F.; LAIPELT, R. C. Thesa: ferramenta para construção de tesauro semântico aplicado interoperável. Revista P2P & Inovação, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p.124-145, mar./set. 2017.

GHENO, E. M. et al. Impacto da internacionalização na visibilidade da produção científica do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica/UFRGS (2007-2016). Encontros Bibli, v. 25, p. 1-25, 2020.

GHENO, E. M. Relações entre produtividade e colaboração no Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Bioquímica/UFRGS (2007-2016). Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019.

HAYASHI, M. C. P. I.; HAYASHI, C. R. M.; LIMA, M. Y. Análise de redes de co-autoria de artigos científicos em educação especial. Liinc em revista, v. 4, n. 1, 2008.

LUUKKONEN, T.; PERSSON, O.; SILVERTSEN, G. Understanding patterns of international scientific collaboration. Science, Technology & Human Values, v. 17, n.1, p. 101-126, 1992.

MOLINA, J. L. El estúdio de las redes personales: contribuciones, métodos y perspectivas. Empiria, v.10, p.71-106, jul./dec.2005.

MOURA, A. M. M. Motivação para a pesquisa, determinação de parcerias e divisão da coautoria e coinvenção: principais critérios utilizados pelos pesquisadores da área da biotecnologia. Em Questão, v. 18, n. 3, p. 29-45, 2012.

WELLMAN, B. An electronic group is virtually a social network. In: KIESLER, S. Culture of the Internet. Hillsdale, NJ: Lawrence Erlbaum, 179-205, 1997.

Publicado

28-10-2021

Como Citar

GHENO, E. M.; GABRIEL JUNIOR, R. F. Rede científica do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Paulo, v. 8, 2021. DOI: 10.24208/rebecin.v8i.257. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/257. Acesso em: 12 jun. 2024.