Jornada do usuário

a análise de logs como metodologia para o estudo do comportamento de busca em sistemas de informação dos usuários do Portal LexML

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.255

Palavras-chave:

Análise de Logs, Comportamento de Busca em Sistemas de Informação, Recuperação da Informação, Sistemas de Recuperação da Informação

Resumo

O crescimento exponencial na produção e armazenamento da informação tem gerado uma constante modificação no comportamento informacional dos usuários, sendo necessária a utilização de métodos que auxiliem na coleta de informações sobre esses usuários. A análise de logs é um desses métodos ao permitir identificar as ações dos usuários de um sistema de informação. O presente trabalho tem como objetivo analisar, por meio da metodologia de análise de logs, o comportamento de busca dos usuários em sistemas de informação do Portal LexML. Compõem o corpus de análise 882 logs divididos em 236 jornadas de usuário. Percurso metodológico ocorreu em quatro etapas: Estruturação e Organização; Classificação e Seleção; Validação; Análise Estatística; e Análise das Jornadas dos Usuários. Como resultados foram observados: (a) baixa interação com o sistema e com alto índice de expressões modificadas na construção das expressões e estratégias de busca dos usuários; (b) a construção de estratégias que em sua maioria partem do geral para o específico; (c) uso de numeração jurídica como o recurso terminológico mais utilizado; (d) um baixo uso de booleanos e modificadores. Identificamos um perfil de usuário caracterizado por pesquisas simples com baixo índice de solicitação ao sistema. Conclui-se que a análise de logs é uma fonte de dados valiosa para o estudo do comportamento de busca em sistemas de informação, ao trazer uma gama de informações disponíveis passiveis de análise, fazendo desta uma metodologia importante no aperfeiçoamento do SRI e processo de indexação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CHOWDHURY, G. Usuários da recuperação da informação. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 5, n. 2, p. 4-33, set. 2014. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/incid/article/view/83858/87523. Acesso em: 15 abr. 2021.

JAMALI, H. R.; NICHOLAS, D.; HUNTINGTON, P. The use and users of scholarly e-journals: a review of log analysis studies. Aslib Proceedings: New Information Perspectives, v. 57, n. 6, p. 554-571, 2005. Disponível em: https://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/00012530510634271. Acesso em: 12 abr. 2021.

JANSEN, B. J.; SPINK, A.; SARACEVIC, T. Real life, real users, and real needs: a study and analysis of user queries on the web. Information Processing and Management, Elmsford, NY, v. 36, p. 207-227, 2000. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0306457399000564. Acesso em: 5 mar. 2021.

LAIPELT, R. C. F. Metodologia para seleção de termos equivalentes e descritores de tesauros: um estudo no âmbito do Direito do Trabalho e do Direito Previdenciário. 2015. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2015a. Disponível em: http://www.repositorio.jesuita.org.br/bitstream/handle/UNISINOS/4853/RITA%20DO%20CARMO%20FERREIRA%20LAIPELT_.pdf?sequence=1&isAllowed. Acesso em: 12 abr. 2021.

LAIPELT, R. C. F. A análise de logs como estratégia para a realização da garantia do usuário. Em Questão, Porto Alegre, v. 21, n. 3, p. 150-170, 2015b. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/59806/36047. Acesso em: 12 abr. 2021.

MONTEIRO-KREBS, L. Terminologia e variação conceitual: um estudo de interface com ontologias. 2016. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2016. Disponível em: http://www.repositorio.jesuita.org.br/bitstream/handle/UNISINOS/5053/Luciana+Monteiro+Krebs_.pdf?sequence=1. Acesso em: 13 abr. 2021.

SPINK, A; XU, J. L. Selected results from a large study of web searching: the excite study. Information Research: an international electronic journal, v. 6, n. 1, out. 2000. Disponível em: http://www.informationr.net/ir/6-1/paper90.html. Acesso em: 15 abr. 2021.

WILSON, T. D. Human information Behavior. Informing science research, v. 3, n. 2, p. 49-53, 2000. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/270960171_Human_Information_Behavior. Acesso em: 13 abr. 2021.

XIE; JOO, S. Transitions in search tactics during theweb-based. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 61, n. 11, p. 2188-2205, 2010. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/pdf/10.1002/asi.21391. Acesso em: 13 abr. 2021.

Publicado

28-10-2021

Como Citar

SANTOS DA ROSA, S.; FERREIRA LAIPELT, R. do C.; MONTEIRO-KREBS, L. Jornada do usuário: a análise de logs como metodologia para o estudo do comportamento de busca em sistemas de informação dos usuários do Portal LexML. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Paulo, v. 8, 2021. DOI: 10.24208/rebecin.v8i.255. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/255. Acesso em: 12 jun. 2024.