Não faça a “egípcia” em tempos de COVID 19
Fonte da capa: Freepik  Design: André Nunes de Azevedo
PDF

Palavras-chave

Competência em Informação; Bibliotecáries; Pandemia Covid-19; LGBTI .

Como Citar

VALÉRIO, E. D.; AVELINO DA SILVA, A. L. Não faça a “egípcia” em tempos de COVID 19: LGBTI+ competentes em informação. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 7, n. 1, p. 156–175, 2020. DOI: 10.24208/rebecin.v7iespecial.205. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/205. Acesso em: 11 ago. 2022.

Resumo

Reflete sobre o papel da biblioteca e de bibliotecárie no desenvolvimento de recursos que possam diminuir as barreiras informacionais decorrentes da Pandemia do COVID-19, que tem afetado a comunidade LGBTI+ e impossibilitado o acesso e uso da informação. Destaca que essas ações podem cooperar para o desenvolvimento da Competência em Informação desse grupo, uma vez que a competência consiste em habilidades na busca, acesso, uso e análise da informação de maneira consciente, adquirindo aprendizado. Trata-se de uma pesquisa exploratória e bibliográfica com a abordagem quantitativa e qualitativa. Investigou-se na Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI) os artigos científicos publicados que relacionassem com os temas que envolvem a comunidade LGBTI+. Enfatiza que esta pesquisa está sendo desenvolvida no âmbito do grupo de pesquisa Alaye - Laboratório de pesquisa em informação antirracista e sujeitos informacionais. Conclui que bibliotecas e bibliotecáries podem cooperar para a desconstrução de preconceitos que afetam a população LGBTI+ na avaliação e utilização da informação, buscando torná-los competentes em informação.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v7iespecial.205
PDF

Referências

ACHILLES, Daniele; SOUSA, Brisa Pozzi; SABBAG, Deise Antonio. Interação pelo catálogo on-line dos processos de seleção e representação temática: exploração da literatura lésbica enquanto assunto. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 20., 2019, Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: UFSC, 2019, p. 1-21.

AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION (ALA). Presidential Committee on Information Literacy: final report. Washington, 10 jan. 1989. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/publications/whitepapers/presidential. Acesso em: 28 jul. 2020.

AURÉLIA: o primeiro dicionário gay do Brasil. Disponível em: https://gepss.files.wordpress.com/2011/04/aurelia.pdf. Acesso em: 18 jul. 2020.

BELLUZZO, Regina Célia Baptista; SANTOS, Camila Araújo dos; ALMEIDA JUNIOR, Oswaldo Francisco. A competência em informação e sua avaliação sob a ótica da mediação da informação: reflexões e aproximações teóricas. Informação & Informação, Londrina, v.19, n. 2, p. 60-77, maio/ago. 2014.

BENEVIDES, Bruna G.; NOGUEIRA, Sayonara Naider Bonfim (Orgs.). Dossiê: assassinatos e violência contra travestis e transexuais brasileiras em 2019. Rio de Janeiro: ANTRA, 2020.

BRITO, Jean Fernandes; AFONSO, Raffaela Dayane; MATIAS, Márcio. Arquitetura da informação com enfoque semiótico no Guia Gay de São Paulo. Brazilian Journal of Information Science, Marília, v. 13, n. 1, p. 68-76, mar. 2019.

CAVALCANTE, Lídia Eugenia; RASTELI, Alessandro. A competência em informação e o bibliotecário mediador da leitura em biblioteca pública. Encontros Biblio, Florianópolis, v. 18, n. 36, p. 157-180, jan./abr. 2013.

CALIXTO, Adeilton Alves; CORTES, Gisele Rocha; SOARES, Gilberta Santos. Rompendo o silêncio: a informação no espaço LGBT do estado da Paraíba. ArcheiOnline, João Pessoa, v. 4, n. 2, p. 83-105, jul./dez. 2016.

CORRÊA, Elisa Cristina Delfini. Competência em informação: conexões no ensino de fontes de informação. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 23, n. 1, p. 37-53, dez./mar. 2018.

DURODOLU, Oluwole Olumide. Technology acceptance model as a predictor of using information system' to acquire information literacy skills. Library Philosophy And Practice, Lincoln, n. 1, p.1-27, nov. 2016.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. A Information Literacy e o papel educacional das bibliotecas. 2001. 173 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

GARCIA, João Paulo dos Santos; ARAUJO, Nelma Camêlo de; SOUZA, Edivanio Duarte de. Informação, gênero e sexualidade: uma análise da comunicação científica do Grupo de Trabalho “Informação & Saúde” - ENANCIB. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, João Pessoa, v. 15, n. 3, 2020.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

HATSCHBACH, Maria Helena de Lima. Information Literacy: aspectos conceituais e iniciativas em ambiente digital para o estudante de nível superior. 2002. 108 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2002.

HORTON JUNIOR, Forest Woody. Overview of information literacy resources wordwide. Paris: UNESCO, 2013.

OLIVEIRA, José Marcelo Domingos de; MOTT, Luiz (Orgs.). Mortes violentas de LGBT+ no Brasil – 2019: relatório do Grupo Gay da Bahia. Salvador: Grupo Gay da Bahia, 2020.

OLIVEIRA, Maria Lívia Pachêco de; SOUZA, Edivanio Duarte de. A competência crítica em informação no contexto das fake news: os desafios do sujeito informacional no ciberespaço. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. Anais [...]. Londrina: UEL, 2018. p. 1-21.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICA DA SAÚDE - OPAS. Entenda a infodemia e a desinformação na luta contra o COVID-19. Departamento de evidência e inteligência para a ação em saúde. Brasil, 2020.

OTTONICAR et al. Competência em informação no âmbito da comunidade LGBTQ: um levantamento das publicações científicas nacionais e internacionais. Informação & Informação, n. 1, v. 24, p. 484-512, 2019.

PINHO, Fabio Assis; MELO, Letícia Alves Félix de; OLIVEIRA, Jéssica Pereira de. Os assuntos gênero e sexualidade: representação temática nos sistemas SophiA/Biblioteca Nacional e Pergamum/UFPE. Brazilian Journal of Information Sciece, n. 2, v. 13, p. 36-47, 2019.

REIS, Toni (Org.). Manual de comunicação LGBTI+: substitua preconceito por informação correta. 2. ed. Curitiba: Aliança Nacional LGBTI / GayLatino, 2018.

RIGHETTO, Guilherme Goulart; CUNHA, Miriam Figueiredo Vieira da; VITORINO, Elizete Vieira. O papel social do bibliotecário voltado às pessoas trans: aproximações teóricas. Em Questão, Porto Alegre, v. 25, n. 1, p. 212-238, jan./abr. 2019.

SAMPAIO, Denise Braga; LIMA, Izabel de França. Lugar de fala, representações e representatividade de mulheres e LGBTQ+ na Biblioteconomia a partir das ações extensionistas e de pesquisa no Brasil. Revista Folha de Rosto, v. 4, n. Especial, p. 34-49, 2018.

SILVA, Rafaela dos Santos. A tradução de pronomes de gênero não-binário e neutro na legendagem: uma análise dos seriados Carmilla e One Day At a Time. 2018. 81f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Letras) - Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, 2018.

SILVA, Carlos Robson Souza da; TEIXEIRA, Thiciane Mary Carvalho; PINTO, Virginia Bentes. Metodologia da pesquisa em competência em informação: uma revisão sistemática. Revista Digital de Biblioteconomia & Ciência da Informação, Campinas, v. 17, n. 1, 2019.

SILVA, Laelson Felipe da; CORTES, Gisele Rocha. Práticas informacionais: o perfil de mulheres transexuais e travestis do espaço LGBT. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. Anais [...]. Londrina: UEL, 2018. p. 2099-2107.

SMANIOTTO, Camila Nava. Empecilhos ao tratamento isonômico LGBTI: análise do preconceito em formação cultural e legislativa. Gênero e Direito, Paraíba, v. 7, n.2, 2018.

SOUZA, Marcela Reinhardt de; VITORINO, Elizete Vieira. Competência em informação e ansiedade de informação: estudo bibliográfico. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. Anais [...]. Londrina: UEL, 2018. p. 2056-2064.

VALE, Mariene Alves do; VITORINO, Elizete Vieira. Fontes de informação online para comunidade LGBT+. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 15, p. 50-71, 2019.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 12 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

VOTELGBT. Diagnóstico LGBT+ na pandemia: desafios da comunidade LGBT+ no contexto de isolamento social em enfrentamento à pandemia de Coronavírus. 2020.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.