O papel do ensino em tratamento temático da informação frente ao cenário pandêmico
Fonte da capa: Freepik  Design: André Nunes de Azevedo
PDF

Palavras-chave

Tratamento temático da informação
Ensino de Biblioteconomia
Pandemia de COVID-19

Como Citar

Pereira de Oliveira, L., & Rosa de Oliveira, L. (2020). O papel do ensino em tratamento temático da informação frente ao cenário pandêmico: contributos possíveis da área de Biblioteconomia. Revista Brasileira De Educação Em Ciência Da Informação, 7(especial), 109-128. https://doi.org/10.24208/rebecin.v7iespecial.201

Resumo

Aborda o tratamento temático da informação em sua perspectiva teórico-formativa, em conexão com o período de pandemia e de emergência sanitária instalado mundialmente. Objetiva analisar teoricamente o papel do ensino em tratamento temático da informação frente ao cenário pandêmico, para elencar contributos possíveis da área de Biblioteconomia mediante seu macroprocesso fundamental de constituição de representações de assunto. Metodologicamente, constitui estudo de revisão de literatura, de cunho descritivo e de natureza qualitativa. Incide sobre artigos de periódico, capítulos de livro e trabalhos na forma de anais de evento, versados em tratamento temático e em sua dimensão formativa. Demonstra que o trato temático é conteúdo formativo nos cursos de Biblioteconomia, ao organizar e representar tematicamente cada item informacional segundo suas especificidades, e consequentemente, atuar como instrumento para a obtenção de recuperação confiável. Conclui que a adequada realização do tratamento temático da informação pode auxiliar no combate à desinformação, principalmente durante a crise do Coronavírus, ao apontar o papel mediador do bibliotecário entre usuário e a recuperação da informação.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v7iespecial.201
PDF

Referências

ALMEIDA, Alex Serrano de. A epistemologia da prática docente: uma análise sobre os professores do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, v. 1, n. 2, p. 37-56, jul./dez. 2014.

ANDREU-SÁNCHEZ, Celia; MARTÍN-PASCUAL, Miguel-Ángel. Fake images of the SARS-CoV-2 coronavirus in the communication of information at the beginning of the first COVID-19 pandemic. Profesional de la Información, v. 29, n. 3, p. 1-10, 2020.

BEDIN, Jéssica. Informação e desinformação em tempos de pandemia. Chapecó, 3 abr. 2020. Disponível em: https://www.unochapeco.edu.br/noticias/informacao-e-desinformacao-em-tempos-de-pandemia. Acesso em: 05 jun. 2020.

BIAGGI, Camila de; VALENTIM, Marta Ligia Pomim. Perspectivas e tendências da atuação do bibliotecário na área da saúde. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, v. 5, n. 1, p. 27-32, jan./jun. 2018.

BRÄSCHER, Marisa; GUIMARÃES, José Augusto Chaves. Tratamento temático da informação (TTI): influência dos paradigmas físico, cognitivo e social em artigos de revisão de literatura no período de 1966-1995. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 14, n. 2, p. 241-258, nov. 2018.

BRAZ, Márcia Ivo; CARVALHO, Evanise Souza de. Práticas em tratamento temático da informação: interfaces de ensino e aprendizagem. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 13, n. esp., p. 2496-2509, 2017.

CARDOSO, Nathalice Bezerra. A contribuição do bibliotecário para a educação ambiental. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 2, p. 140-162, maio/ago. 2010.

CARVALHO, Marilia Sá; LIMA, Luciana Dias de; COELI, Cláudia Medina. Ciência em tempos de pandemia. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 4, p. 1-3, 2020.

CONSELHO FEDERAL DE BIBLIOTECONOMIA. Resolução nº 006, de 13 de julho de 1966. Diário Oficial da União, Brasília, 13 jul. 1966. Seção 1. p. 13266. Disponível em: http://hdl.handle.net/123456789/64. Acesso em: 16 jun. 2020.

DAL’EVEDOVE, Paula Regina. O tratamento temático da informação em abordagem sociocultural: diretrizes para definição de política de indexação em bibliotecas universitárias. 2014. 266 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília, SP, 2014.

DIAS, Eduardo Wense; NAVES, Madalena Martins Lopes. Análise de assunto: teoria e prática. 2. ed. rev. Brasília: Briquet de Lemos, 2013.

FARIAS, Gabriela Belmont de. Teorias de aprendizagem aplicáveis ao ensino de Biblioteconomia. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, v. 2, n. 2, p. 3-17, jul./dez. 2015.

GRACIOSO, Luciana de Souza; MARTÍNEZ-ÁVILA, Daniel; SIMÕES, Maria da Graça de Melo. “Tratamento Temático da Informação” na pesquisa brasileira em Ciência da Informação: percursos e relações. Scire, Zaragoza, v. 25, n. 2, p. 23-34, jul./dic. 2019.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves. A dimensão teórica do tratamento temático da informação e suas interlocuções com o universo científico da International Society for Knowledge Organization (ISKO). Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Brasília, v. 1, n. 1, p. 77-99, jan./jun. 2008.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; DANUELLO, Jane Coelho; MENEZES, Pedro José. Ensino de tratamento temático da informação (T.T.I.) nos cursos de Biblioteconomia do Mercosul: uma análise de capacitação e produção científica docente com vistas ao delineamento de políticas integradas para área. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 5., 2003, Belo Horizonte. Anais [...] Belo Horizonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG, 2003.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; SALES, Rodrigo de. Análise documental: concepções do universo acadêmico brasileiro em Ciência da Informação. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 11, n. 1, fev. 2010.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; SALES, Rodrigo de; GRÁCIO, Maria Cláudia Cabrini. A dimensão interdisciplinar da análise documental nos contextos brasileiro e espanhol no âmbito da organização do conhecimento. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 13, n. 6, dez. 2012.

GUINCHAT, Claire; MENOU, Michel. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. Tradução de Míriam Vieira da Cunha. 2. ed. corr. e aum. Brasília: IBICT, 1994.

LINDEMANN, Catia; SPUDEIT, Daniela; CORRÊA, Elisa Cristina Delfini. Por uma Biblioteconomia mais social: interfaces e perspectivas. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 21, n. 22, p. 707-723, ago./nov. 2016.

MATIAS-PEREIRA, José. Manual de metodologia cientifica. São Paulo: Atlas, 2018.

MEDEIROS, Graziela Martins de; VITAL, Luciane Paula; BRÄSCHER, Marisa. Tratamento temático da informação em documentos arquivísticos: estudo dos anais da ISKO e do GT2 do ENANCIB. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 9, n. 1, jan./ago. 2016.

MOREIRA, Luiz Felipe Pinho. A importância das publicações científicas em tempos de crise pandêmica. Clínicas, São Paulo, v. 75, 2020.

MORENO, Ángeles; FUENTES-LARA, Cristina; NAVARRO, Cristina. COVID-19 communication management in Spain: exploring the effect of information-seeking behavior and message reception in public’s evaluation. Profesional de la Información, v. 29, n. 4, p. 1-16, 2020.

ODRIOZOLA-CHÉNÉ, Javier; DÍAZ-NOCI, Javier; SERRANO-TELLERÍA, Ana; PÉREZ-AROZAMENA, Rosa; LINARES-LANZMAN, Juan; GARCÍA-CARRETERO, Lucía; CALVO-RUBIO, Luis-Mauricio; TORRES-MENDOZA, Manuel; ANTÓN-BRAVO, Adolfo. Inequality in times of pandemics: how online media are starting to treat the economic consequences of the coronavirus crisis. Profesional de la Información, v. 29, n. 4, p. 1-16, 2020.

OLIVEIRA, Lais Pereira de; GRÁCIO, Maria Cláudia Cabrini; MARTÍNEZ-ÁVILA, Daniel. Instrumentos, processos e produtos do Tratamento Temático da Informação: um estudo nos anais da ISKO-Brasil (2012-2019). Scire, Zaragoza, v. 26, n. 1, p. 47-56, en./jun. 2020.

OLIVEIRA, Lais Pereira de; MARTÍNEZ-ÁVILA, Daniel. Tratamento temático da informação: análise sobre abordagens e enfoques em artigos científicos da área de Ciência da Informação. Informação em Pauta, Fortaleza, v. 4, n. 2, p. 83-100, jul./dez. 2019.

PANDO, Daniel Abraão. Epistemologia da organização da informação: uma análise de sua cientificidade no contexto brasileiro. 2018. 463 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília, SP, 2018.

PÉREZ-DASILVA, Jesús Ángel; MESO-AYERDI, Koldobika; MENDIGUREN-GALDOSPÍN, Terese. Fake news y coronavirus: detección de los principales actores y tendencias a través del análisis de las conversaciones en Twitter. Profesional de la Información, v. 29, n. 3, p. 1-22, 2020.

SANTA ANNA, Jorge. Ensino pela pesquisa na docência universitária: um relato de experiência na disciplina de catalogação. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, v. 5, n. 1, p. 76-88, jan./jun. 2018.

SOUSA, Brisa Pozzi de. Representação temática da informação documentária e sua contextualização em biblioteca. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 9, n. 2, p. 132-146, jul./dez. 2013.

SOUZA, Karenina Machado Candido de; ALMEIDA, Carlos Cândido de. Semiótica documental e a elaboração de resumos. In: SEMINÁRIO DE ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO E GESTÃO DOCUMENTAL, 2., 2018. Anais [...] Florianópolis: PGCIN/UFSC, 2018. p. 120-127.

TARTAROTTI, Roberta Cristina Dal’Evedove; DAL’EVEDOVE, Paula Regina; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. Atuação bibliotecária na análise de assunto de teses nas dimensões teóricas da catalogação de assunto e indexação. In: GUIMARÃES, José Augusto Chaves; DODEBEI, Vera (org.). Organização do conhecimento e diversidade cultural. Marília: ISKO-Brasil; FUNDEPE, 2015. p. 329-337.

VIEIRA, Keitty Rodrigues; BRÄSCHER, Marisa; SILVA, Eva Cristina Leite da; KARPINSKI, Cezar. A Escola de Chicago e a dimensão temática da informação. Informação & Informação, Londrina, v. 25, n. 11, p. 211-228, jan./mar. 2020.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.