Marketing digital em Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação
PDF/A
HTML
XML

Palavras-chave

Marketing digital
Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação
Youtube
Gestão da Informação

Como Citar

CASIMIRO, A. H. T.; MOREIRA, E. C. de B. .; BANDEIRA, L. K. R. . Marketing digital em Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação: análises no Youtube. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 9, n. número especial, p. 1–17, 2022. DOI: 10.24208/rebecin.v9.309. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/309. Acesso em: 8 dez. 2022.

Resumo

Este trabalho está ancorado na seguinte problemática: Há presença de conteúdo elaborado pelos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI’s) brasileiros no YouTube como estratégia de Marketing Digital? Tendo por objetivo geral analisar os canais de YouTube dos PPGCI’s quanto ao conteúdo de suas divulgações. A adaptação da atual Sociedade da Informação e do Conhecimento à era digital permitiu proporcionar ao Marketing Digital uma mudança estratégica, impactando na estrutura, cultura e processos organizacionais por meio das tecnologias e da Internet. O Youtube se revela como uma estratégia atual, estrategicamente eficiente para a promoção de organizações. Sendo inclusive acessível na área científica-educacional, enquanto promotora dos discursos das respectivas áreas de onde advém. Metodologicamente é um estudo comparativo, exploratório e descritivo, de abordagem quali-quantitativa, que usa fontes documentais e de campo e a análise de conteúdo. Identificamos o crescimento de conteúdos criados, especialmente, após o surgimento da pandemia iniciada em 2019 pelo vírus SARS-CoV-2. Os conteúdos disponibilizados no Youtube, em alguns programas de pós-graduação antes pouco criado ou acessado, tornaram-se programas de maior visibilidade, dando ao Marketing Digital uma responsabilidade maior quanto a produção de informação, uma vez que é preciso criar conteúdo periodicamente, mas que não seja algo repetitivo que possa cansar o público.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v9.309
PDF/A
HTML
XML

Referências

AMERICAN MARKETING ASSOCIATION. What is Marketing? The Definition of Marketing. 2021. Disponível em: https://www.ama.org/pages/what-is-digital-marketing/. Acesso em: 21 abr. 2021.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 3. ed. Lisboa: Edições 70, 2010.

CHAFFEY, D. Definitions of Digital marketing vs Internet marketing vs Online marketing. 2016. Disponível em: https://www.smartinsights.com/digital-marketing-strategy/online-marketing-mix/definitions-of-emarketing-vs-internet-vs-digital-marketing/. Acesso em: 23 abr. 2021.

DUNWIDDIE, J. Why YouTube Is the Next Great Marketing Tool. RevLocal, 2021. Disponível em: https://www.revlocal.com/resources/library/blog/why-youtube-is-the-next-great-marketing-tool. Acesso em: 23 abr. 2021.

FUTEMA, F. Lado B do Home Office: pesquisa aponta queda de produtividade, alteração do sono e jornadas extenuantes. São Paulo: 6 Minutos, 2020. Disponível em: https://6minutos.uol.com.br/carreira/lado-b-do-home-office-pesquisa-aponta-queda-de-produtividade-alteracao-do-sono-e-jornadas-extenuantes/. Acesso em: 23 abr. 2021.

GARCIA, S. (org.). Marketing para cursos superiores. São Paulo: Blucher, 2019.

KANNAN, P. K.; LI, H.A. Digital marketing: a framework, review and research agenda. International Journal of Research in Marketing, n. 34, p. 22–45, 2017.

LANÇA, T. A.; AMARAL, R. M.; GRACIOSO, L. S. Multi e interdisciplinaridade nos programas de pós-graduação em Ciência da Informação brasileiros. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 23, n. 4, p. 150-183, out./dez. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pci/v23n4/1413-9936-pci-23-04-00150.pdf. Acesso em: 23 abr. 2021.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2021.

MARQUES, V. Marketing digital 360. Coimbra, Lisboa: Almedina, 2018.

MARTHA, G. Marketing na era digital: conceitos, plataformas e estratégias. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2020.

MATIAS-PEREIRA, J. Manual de Metodologia da Pesquisa Científica. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

PATEL, N. Os 10 Maiores Canais do Youtube no Brasil e no Mundo em 2019. 2019. Disponível em: https://neilpatel.com/br/blog/maiores-canais-do-youtube/. Acesso em: 17 abr. 2021.

PLATAFORMA SUCUPIRA. Cursos avaliados e reconhecidos. 2021. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/. Acesso em: 17 abr. 2021.

SANTOS, B. 7 motivos que mostram a importância de ter um canal no YouTube. 2017. Disponível: https://www.vivadecora.com.br/pro/marketing-digital/ter-canal-no-youtube/. Acesso em: 17 abr. 2021.

SQUIRRA, S. C. M. A convergência tecnológica. Revista FAMECOS, Porto Alegre, n. 27, ago. 2005.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Adelaide Helena Targino Casimiro, Elaine Cristina de Brito Moreira, Lucilene Klenia Rodrigues Bandeira