Arquivologia na pós-modernidade

a era da pós-custodialidade e do “mal de arquivo” derridiano

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.241

Palavras-chave:

Arquivologia Pós-custodial; Jacques Derrida; Arquivo; Pós-modernidade.

Resumo

A Arquivologia Pós-custodial, pensada pelo arquivista e historiador canadense Terry Cook (1947-2014), é o tema que contextualiza as discussões propostas neste trabalho, além da concepção de arquivo pensada pelo filósofo Jacques Derrida (1930-2004) na obra Mal de arquivo: uma impressão freudiana (2001). Com essa fundamentação, objetiva-se analisar a Arquivologia tendo como horizonte epistemológico a condição pós-moderna e, partir disto, compreender a corrente denominada Arquivologia Pós-custodial. Além disso, objetiva-se aliar os preceitos dessa corrente com a discussão proposta por Jacques Derrida em seu livro. A pesquisa que fundamentou este trabalho se baseia na metodologia de revisão bibliográfica e caracteriza-se como pesquisa documental. Os resultados demonstram a grande relevância dos preceitos da Arquivologia Pós-custodial num âmbito em que paradigmas de verdade, neutralidade e imparcialidade são postos em xeque e que a fazem se aproximar do conceito de arquivo derridiano e a intervenção sobre o processo de seleção e descarte da memória proposto Derrida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BIRMAN, J. Arquivo e Mal de Arquivo: uma leitura de Derrida sobre Freud. Natureza Humana, v. 10, n. 1, p. 105-128, jan./jun. 2008. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/nh/v10n1/v10n1a05.pdf. Acesso em: 5 abr. 2021.

COOK, T. Arquivologia e pós-modernismo: novas formulações para velhos conceitos. Informação Arquivística, Rio de Janeiro: Associação dos Arquivistas do Estado do Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p.123-148, jul./dez. 2012. Disponível em: http://www.aaerj.org.br/ojs/index.php/informacaoarquivistica/article/view/9. Acesso em: 5 abr. 2021.

DERRIDA, J. Mal de arquivo: uma impressão freudiana. Tradução Claudia de Moraes Rego. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001.

FONSECA, M. O. Arquivologia e Ciência da Informação. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

LOPES, L. C. A imagem e a sombra da arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Público do Estado, 1998.

MENEZES, J. Reinventando o fazer historiográfico à luz de certas aporias pós-modernistas. In: GIANATTASIO, G.; IVANO, R. Epistemologias da História: verdade, linguagem, realidade, interpretação e sentido na pós-modernidade. Londrina: Eduel, 2011.

PEDROSO JÚNIOR, N. C. Jacques Derrida e a desconstrução: uma introdução. Revista Encontros de Vista, v. 5, p. 9-20, jan./jun. 2010. Disponível em: http://www.encontrosdevista.com.br/Artigos/Neurivaldo_Junior_Derrida_e_a_desconstrucao_uma_introducao_final.pdf. Acesso em: 5 abr. 2021.

SILVA, E. P. A trajetória da Arquivologia: três visões sobre o arquivo. Revista Eletrônica Documento Monumento, v. 5, n. 1, dez. 2011. Disponível em: http://200.17.60.4/ndihr/revista-5/artigos/eliezer-pires-da-silva.pdf. Acesso em: 5 abr. 2021.

SILVEIRA, R. C. P. A organização textual do discurso científico. Tema, n. 16, p. 99-111, abr./ago. 1992.

Publicado

28-10-2021

Como Citar

DIAS ZAMMATARO, A. F.; MONTEIRO, S. D. Arquivologia na pós-modernidade: a era da pós-custodialidade e do “mal de arquivo” derridiano. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Paulo, v. 8, 2021. DOI: 10.24208/rebecin.v8i.241. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/241. Acesso em: 12 jun. 2024.