Quadrinhos e formação do leitor eterno
PDF
HTML
XML

Palavras-chave

História em quadrinhos
Formação do leitor
Ato de ler
Leitor de quadrinhos
Nona arte
Arte sequencial

Como Citar

Munhoz da Cunha Cassiano, P., dos Santos Louro, P., & Mota Alonso Diéguez, C. R. (2021). Quadrinhos e formação do leitor eterno. Revista Brasileira De Educação Em Ciência Da Informação, 8. https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.240

Resumo

Trata-se de um artigo cujo objetivo é identificar a influência da leitura em quadrinhos na formação de leitores e como este hábito se conecta à prática de outras formas de leitura. Para alcançar este resultado, foi realizada uma pesquisa qualiquantitativa com os leitores de quadrinhos em dois eventos específicos de HQ. A pesquisa quantitativa foi realizada no evento Fest Comix (junho/2016) onde foram aplicados 143 questionários para estabelecer um perfil de leitor. Com base neste resultado, foi realizada a pesquisa qualitativa no evento Anime Friends (julho/2016) onde foram realizadas 19 entrevistas que possibilitaram explorar os dados intrínsecos das respostas obtidas pela pesquisa quantitativa. Em ambas as pesquisas foram abordados adolescentes e adultos que possuem o hábito de leitura em quadrinhos. Conforme a análise conjunta, pôde-se verificar que o hábito leitor é adquirido pela socialização (família, amigos, grupos) e está relacionado a uma construção social, estimulado por pessoas, lugares e interação do indivíduo com o meio no qual vive. Com base nesses dados, é possível dizer que a “formação do leitor eterno” se justifica, pois, o leitor de quadrinhos permanece com sua leitura durante toda a sua vida, sem restrição de idade, sendo permanente e contribuindo para a leitura de outras tipologias.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.240
PDF
HTML
XML

Referências

AS LEIS DE RANGANATHAN. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2021.

BARI, V. A. O potencial das histórias em quadrinhos na formação de leitores: busca de um contraponto entre os panoramas culturais brasileiro e europeu. 2008. Tese (Doutorado em Cultura e Informação) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://bit.ly/2c1PPcY>. Acesso em: 12 mar. 2021.

CHAVES, D. E de repente os quadrinhos estão fazendo sucesso. Conhecimento prático: língua portuguesa, São Paulo, n. 58, p. 1, mar. 2016.

EISNER, W. Quadrinhos e arte sequencial. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

JOUVE, V. A leitura. São Paulo: Editora UNESP, 2002.

MARTINS, M. H. O que é leitura? São Paulo: Brasiliense, 2006.

VERGUEIRO, W. C. S. A atualidade das histórias em quadrinhos no Brasil: a busca de um novo público. História, Imagem e Narrativas, v. 5, p. 1-20, 2007.Disponivel em: . Acesso em 12 mar. 2021.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.