Estado da arte
pdf

Palavras-chave

Competência em Informação
Educação Profissional e Tecnológica
Estado da arte

Como Citar

SANTOS, L. R.; LIMA, E. F. Estado da arte: competência em informação na educação profissional e tecnológica. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 6, n. 2, p. 25–43, 2020. DOI: 10.24208/rebecin.v6i2.157. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/157. Acesso em: 27 set. 2022.

Resumo

Este trabalho visa identificar as produções científicas a respeito da Competência em Informação na Educação Profissional e Tecnológica, com o intuito de revelar os trabalhos inerentes ao tema. Competência em Informação é definida pela capacidade de reconhecer a necessidade da informação e possuir habilidades para localizar, avaliar e usar efetivamente a informação. Trata-se de uma pesquisa descritiva, bibliográfica em literaturas especializadas sobre competência em informação e educação profissional e tecnológica, em âmbito nacional. A pesquisa foi realizada na Biblioteca Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), na Scientific Electronic Library Online (SciELO) e na Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (Brapci) para recuperar os trabalhos publicados até o período de outubro de 2019. Constatou-se que a Competência em Informação ainda é um tema pouco explorado na educação profissional e tecnológica tendo em vista a quantidade de trabalhos científicos encontrados nos bancos de dados pesquisados.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v6i2.157
pdf

Referências

ALMEIDA, J. L. S. A biblioteca como organização aprendente: o desenvolvimento de competências em informação no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. 2015. 123f. (Dissertação) - Programa de Pós-Graduação Gestão de Organizações Aprendentes, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.

ALMEIDA, J. L. S.; FREIRE, G. H. A. A biblioteca como organização aprendente na perspectiva das competências em informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. Anais [...] Londrina: UEL, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/102245. Acesso em: 29 out. 2019.

ALMEIDA, J. L. S.; FREIRE, G. H. A. Projeto educativo para competências em informação: bases teóricas para a pesquisa-ação em uma biblioteca multinível. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, n. 51, v. 23, p. 123-137, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/39117. Acesso em: 29 out. 2019.

BELLUZZO, R. C. B.; FERES, G. G. (Org.). Competência em informação: de reflexões às lições aprendidas. São Paulo: Febab, 2013. Disponível em: http://labirintodosaber.com.br/wp-content/uploads/2017/12/compete%CC%82ncia-em-informac%CC%A7a%CC%83o-de-reflexo%CC%83es-a%CC%80s-lic%CC%A7o%CC%83es-aprendidas1.pdf. Acesso em 20 out. 2019.

CASTRILLON, S. Modelo flexível para um sistema nacional de bibliotecas escolares. Brasília: FEBAB, 1985.

COELHO, M. M. Competência informacional no ambiente de trabalho: percepção do bibliotecário de órgão público. 2008. 240 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da informação). Instituto de Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia, 2008.

DUPIN, A. A. S. Q. Competência em informação para pesquisa científica de estudantes de cursos tecnológicos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP. 2018. 123 f. Dissertação (Mestrado em Ciência, Tecnologia e Sociedade) – Universidade Federal de São Carlos - UFScar, 2018.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 79, p. 257-272, abr./jun. 2002. DOI:http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73302002000300013

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (orgs.). Ensino Médio Integrado: concepção e contradições. São Paulo: Cortez, 2005.

GRAMSCI, A. Caderno 12. In: GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. (Os intelectuais. O princípio educativo. Jornalismo). Edição e Tradução de Carlos Nelson Coutinho. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006. vol. 2.

JACOBSEN, P. S. Pesquisa científica na pós-graduação: uma proposta tecnológica para a competência informacional. 2018. 131 f. Dissertação (Mestrado em Informática na Educação) - Programa de Mestrado Profissional em Informática na Educação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – campus Porto Alegre, Porto Alegre, 2018.

MANACORDA, M. A. Marx e a pedagogia moderna. Campinas: Alínea, 2010.

MANACORDA, M. A. O Princípio Educativo em Gramsci. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

MOURA, D. H. Educação básica e educação profissional e tecnológica: dualidade histórica e perspectivas de integração. Rev. Holos, ano 23, v. 2, p. 4-30, 2007.

PERUCCHI, V.; SOUSA, B. A. Competência Informacional no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB: um estudo do projeto pedagógico. Informação & Informação, n. 1, v. 16, p. 21-35, 2011. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/33717. Acesso em: 29 out. 2019

RAMOS, M. N. História e política da educação profissional. Curitiba: UFPR, 2014.

RODRIGUES, J. A educação politécnica. Campinas, SP: Autores Associados, 1998.

RUFINO, S. C. Estratégias de ensino-aprendizagem para a sociedade do conhecimento: uma experiência prática no curso técnico em administração do CEFET/RJ. 2015. 121 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Comunicação, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Rio de Janeiro, 2015.

SANTINI, Luciane Alves. A Biblioteca como espaço-tempo de aprendizagem e de desenvolvimento da competência informacional. 2016. 120 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro Universitário La Salle, Canoas, 2016.

SANTOS, C. A. Competência em Informação na formação básica dos estudantes da educação profissional e tecnológica. 2017. 286 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, São Paulo, 2017.

SANTOS, C. A.; BELLUZZO, R. C. B. Competência em informação sob a perspectiva da educação profissional e tecnológica: contribuições para o desenvolvimento de framework. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília. Anais [...]. Marília, SP: UNESP, 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/105361. Acesso em: 28 out. 2019.

SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 12, n. 34, p. 152-165, abr. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782007000100012&lng=en&nrm=iso. Acesso em 17 set. 2019.

SILVA, A. S. R. Pesquisa e competência em informação no âmbito da biblioteca escolar: um estudo nas bibliotecas do Instituto Federal da Bahia. 2014. 137 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal da Bahia. Instituto de Ciência da Informação, Salvador, 2014.

SILVA, C. R. S.; TEIXEIRA, T. M. C. Análise de Modelos De Competência em Informação na Educação Profissional. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. Anais [...] Londrina: UEL, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/103792. Acesso em: 28 out. 2019.

SPUDEIT, D. F. A. O. Proposta de um programa para desenvolvimento de competências em informação para alunos do ensino profissional. Ciência da Informação em Revista, n. 2, v. 2, p. 67-77, 2015. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/36287. Acesso em: 29 out. 2019.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.