Práticas de pesquisa de estudantes de Biblioteconomia e Arquivologia: uma abordagem sobre os aspectos afetivos envolvidos e a competência informacional

Autores

  • Renata Braz Gonçalves Fundação Universidade do Rio Grande (FURG)
  • Natália Bermudez Godinho Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Palavras-chave:

Competência Informacional, Curso de Biblioteconomia, Curso de Arquivologia, Ciência da Informação, Práticas de Pesquisa, Estudantes Universitários.

Resumo

O presente texto constitui-se de um recorte de uma pesquisa mais ampla que teve por objetivo averiguar, utilizando-se o enfoque da competência informacional, como os estudantes universitários dos Cursos de Arquivologia e Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) efetuam suas buscas informacionais para pesquisas acadêmicas. A metodologia teve abordagem quanti-qualitativa e utilizou um questionário para coleta de dados cuja base foi o instrumento desenvolvido por Campello e Abreu (2005) e buscou incorporar estágios do modelo Information Search Process (ISP) de Kuhlthau (1996). Os resultados evidenciam que o ISP foi significativo para a análise dos aspectos afetivos envolvidos nas práticas de pesquisa dos sujeitos investigados e permitiram inferir que a clareza e atenção das orientações iniciais oferecidas pelo professor para a execução das tarefas de pesquisa podem influenciar em aspectos afetivos dos estudantes e no processo de realização de investigações acadêmicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ASSOCIATION OF COLLEGE RESEARCH LIBRARIES (ACRL). Normas sobre aptitudes para el acceso y uso de la información en la educación superior. Boletín de la Asociación Andaluza de Bibliotecarios, v.15, n.60, p.93-110, 2000. Disponível em: <http://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=113346>. Acesso em: 1 jul. 2014.

ASSOCIATION OF COLLEGE RESEARCH LIBRARIES (ACRL). Presidential Committee on Information Literacy: final report. Washington: ACRL, 1989. Disponível em: <http://www.ala.org/acrl/publications/whitepapers/presidential>. Acesso em: 1 jul. 2014.

BAWDEN, D. Revisión de los conceptos de alfabetización informacional y alfabetización digital. Anales de Documentación, n.5, p.361-408, 2002. Disponível em: <http://revistas.um.es/index.php/analesdoc/article/viewFile/2261/2251>. Acesso em: 1 jul. 2014.

BRUCE, C. S. Las siete caras de la alfabetización en información en la ensañanza superior. Anales de Documentación, n.6, p.289-294, 2003. Disponível em: <http://revistas.um.es/index.php/analesdoc/article/viewFile/3761/3661>. Acesso em: 1 jul. 2014.

CAMPELLO, B. S. Letramento informacional no Brasil: práticas educativas de bibliotecários em escolas de ensino básico. Belo Horizonte: UFMG, 2009. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Minas Gerais, 2012. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/ECID-7UUPJY>. Acesso em: 1 jul. 2014.

CAMPELLO, B. S.; ABREU, V. L. F. G. Competência informacional e formação do bibliotecário. Perspectivas em Ciência da Informação, v.10, n.2, p.178-93, jul./dez. 2005. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/viewFile/2/150>. Acesso em: 1 jul. 2014.

CAREGNATO, S. E. O desenvolvimento de habilidades informacionais: o papel das bibliotecas universitárias no contexto da informação digital em rede. Revista de Biblioteconomia e Comunicação, Porto Alegre, v.8, p.47-55, jan./dez. 2000. Disponível em: <http://eprints.rclis.org/11663/1/artigoRBC.pdf>. Acesso em: 1 jul. 2014.

CAVALCANTE, L. E. Políticas de formação para a competência informacional: o papel das universidades. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação: Nova Série, São Paulo, v.2, n.2, p.47-62, dez. 2006. Disponível em: <http://www.febab.org.br/rbbd/index.php/rbbd/article/viewFile/17/5>. Acesso em: 1 jul. 2014.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Editora SENAC, 2003. 426p.

DECLARAÇÃO de Maceió sobre a Competência em Informação. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 24., SEMINÁRIO COMPETÊNCIA EM INFORMAÇÃO: CENÁRIOS E TENDÊNCIAS. Maceió, 2011. Disponível em: <http://www.cfb.org.br/UserFiles/File/Declaracao%20de%20Maceio%20sobre%20Competencia%20em%20Informacao.pdf>. Acesso em: 1 jul. 2014.

DUDZIAK, E. A. A information literacy e o papel educacional das bibliotecas. São Paulo: USP, 2001. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27143/tde-30112004-151029/pt-br.php>. Acesso em: 1 jul. 2014.

DUDZIAK, E. A. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, Brasília, v.32, n.1, p.23-35, jan./abr. 2003. Disponível em: <http://revista.ibict.br/cienciadainformacao/index.php/ciinf/article/view/123/104>. Acesso em: 1 jul. 2014.

DUDZIAK, E. A. (2008). Os faróis da Sociedade de Informação: uma análise crítica sobre a situação da competência em informação no Brasil. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.18, n.2, p.41-53, maio/ago. 2008. Disponível em: <http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/1704/2109>. Acesso em: 1 jul. 2014.

FIALHO, J. F. A cultura informacional e a formação do jovem pesquisador brasileiro. Belo Horizonte: UFMG, 2009. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/ECID-7VYQNZ>. Acesso em: 1 jul. 2014.

FIALHO, J. F. (2010). Ações, pensamentos, sentimentos e estratégias no processo de pesquisa acadêmica. Em Questão, Porto Alegre, v.16, n.2, p.165-178, jul./dez. 2010. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/15312/10438>. Acesso em: 1 jul. 2014.

GASQUE, K. C. G. D. Letramento informacional. Brasília: Editora FCI/UnB, 2012. 175p. [E-Book] Disponível em: <http://leunb.bce.unb.br/bitstream/handle/123456789/22/Letramento_Informacional.pdf?sequence=3>. Acesso em: 1 jul. 2014.

HATSCHBACH, M. H. de L. Information literacy: aspectos conceituais e iniciativas em ambiente digital para o estudante de nível superior. Rio de Janeiro: UFRJ, 2002. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2002.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS (IFLA). (2005). Declaração de Alexandria sobre competência informacional e aprendizado ao longo da vida. 2005. Disponível em: <http://archive.ifla.org/III/wsis/BeaconInfSoc-pt.html>. Acesso em: 1 jul. 2014.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS (IFLA). (2012). Information Literacy Section. Disponível em: <http://www.ifla.org/en/information-literacy>. Acesso em: 1 jul. 2014.

KUHLTHAU, C. C. Research interests. 2012. Disponível em: <http://comminfo.rutgers.edu/~kuhlthau/research_interests.htm>. Acesso em: 1 jul. 2014.

LE COADIC, Y.-F. (1996). A ciência da informação. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 1996. 124p.

PEREIRA, R. Aplicação da competência em informação no contexto escolar: uma experiência no Colégio Militar em Campo Grande - MS. Marília (SP): Unesp, 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’ (Unesp), Marília, 2010. Disponível em: <http://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/bma/33004110043P4/2010/pereira_r_me_mar.pdf>. Acesso em: 1 jul. 2014.

RAMÍREZ ACEVES, M. La archivística: ciência o técnica?. In: RENDÓN ROJAS, M. A. (Coord.). Bibliotecología, Archivística, Documentación: intradisciplina, interdisciplina o transdisciplinariedade. México: UNAM/CUIB, 2011. 86p.; p.38-49 Disponível em: <http://libros.metabiblioteca.org/bitstream/001/380/8/978-607-02-0749-5.pdf>. Acesso em: 1 jul. 2014.

SANTOS, T. F. Competência informacional no ensino superior: um estudo de discentes de graduação em Biblioteconomia no estado de Goiás. Brasília: UnB, 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal de Brasília, Brasília, 2011. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/8906/1/2011_ThalitaFrancodosSantos.pdf>. Acesso em: 1 jul. 2014.

SILVA, R. de C. P. da; SCHIAVON, C. G. B.; SANTOS, S. O. dos. Programa de acompanhamento discente do curso de Arquivologia da FURG: estudos e reflexões pertinentes à consolidação e aprimoramento do ensino de Arquivologia na FURG. Biblos, Rio Grande (RS), v.1, n.1, p.31-46, 2010. Disponível em: <http://www.seer.furg.br/ojs/index.php/biblos/article/view/1566/704>. Acesso em: 1 jul. 2014.

SILVEIRA, J. P. B. da; GONÇALVES, R. B. (2009). Perfil dos egressos do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande (1998-2007). Biblos, Rio Grande (RS), v.23, n.2, p.127-135, 2009. Disponível em: <http://www.seer.furg.br/ojs/index.php/biblos/article/view/1311/595>. Acesso em: 1 jul. 2014.

SOUSA, M. M. (2009). A biblioteca universitária como ambiente de aprendizagem no ensino superior: desafios e perspectivas. São Paulo: USP, 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-20102009-153956/pt-br.php>. Acesso em: 1 jul. 2014.

Downloads

Publicado

21-02-2017

Como Citar

GONÇALVES, R. B.; GODINHO, N. B. Práticas de pesquisa de estudantes de Biblioteconomia e Arquivologia: uma abordagem sobre os aspectos afetivos envolvidos e a competência informacional. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 75–93, 2017. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/9. Acesso em: 29 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa