Tecnologia assistiva no âmbito da base de dados Scopus
PDF/A
HTML
XML

Palavras-chave

Tecnologia assistiva. Bibliometria. Produção científica. Periódico científico.

Como Citar

MIGUEL, M. C.; CARDOSO , A. L. M. de S. . Tecnologia assistiva no âmbito da base de dados Scopus: um painel da literatura científica com indicadores bibliométricos. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 9, 2022. DOI: 10.24208/rebecin.v9.291. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/291. Acesso em: 1 fev. 2023.

Resumo

O estudo enfoca um mapeamento da produção científica que envolve o tema ‘Tecnologia Assistiva’, apresentando o rol e a amplitude de textos científicos indexados na Base Referencial de Dados Elsevier Scopus. O desenvolvimento metodológico situa um estudo bibliométrico, realizado em junho de 2021, destacando um recorte amostral sobre os últimos dez anos de publicações (2010-2020) científicas. Na investigação, destacam-se alguns indicadores bibliométricos, resultando no levantamento de 10.580 itens documentais no âmbito da Tecnologia Assistiva. A dimensão quantitativa ratifica que o maior número de publicações concentra-se no ano de 2020 e os determinantes bibliométricos destacam as instituições de ensino superiores norte-americanas como os principais núcleos de investigação e o inglês o principal idioma para a divulgação dos documentos indexados. As áreas de estudo em Ciência da Computação e Engenharia são os principais redutos que concentram a temática, sendo, portanto, um tema interdisciplinar.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v9.291
PDF/A
HTML
XML

Referências

ALMEIDA, Maria Paula Cardoso Matos de. Tecnologia assistiva no Brasil: uma análise das ações da FINEP, período 2005 a 2008. 2015. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública) – FGV: Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/13615. Acesso em: 03 jun. 2021.

ARAÚJO, Ronaldo Ferreira; ALVARENGA, Lidia. A bibliometria na pesquisa científica da pós-graduação brasileira de 1987 a 2007. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 16, n. 31, p. 51-70, 2011. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/39207. Acesso em: 02 jun. 2021.

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo: antissemitismo, imperialismo, totalitarismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

BERSC, Rita. Introdução à tecnologia assistiva. Assistiva, Porto Alegre, 2017. Disponível em: https://www.assistiva.com.br/Introducao_Tecnologia_Assistiva.pdf. Acesso em: 03 jun. 2021.

BERSCH, Rita; TONOLLI, José Carlos. Introdução ao conceito de Tecnologia Assistiva e modelos de abordagem da deficiência. Porto Alegre: CEDI - Centro Especializado em Desenvolvimento Infantil, 2006. Disponível em: Disponível em: http://www.bengalalegal.com/tecnologia-assistiva. Acesso em: 03 jun. 2021.

BORGES, Wanessa Ferreira; TARTUCI, Dulcéria. Tecnologia Assistiva: concepções de professores e as problematizações geradas pela imprecisão conceitual. Revista Brasileira de Educação Especial, Bauru, v. 23, n. 1, 2017, pp. 81-96. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-65382317000100007. Acesso em: 03 jun. 2021.

BRASIL. Ata VII Reunião do CAT. Comitê de Ajudas Técnicas, Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH), Brasília, 2007. Disponível em: https://www.assistiva.com.br/Ata_VII_Reuni%C3%A3o_do_Comite_de_Ajudas_T%C3%A9cnicas.pdf. Acesso em: 03 jun. 2021.

BRASIL. Decreto Nº 10.645, de 11 de março de 2021. Dispõem sobre as diretrizes, os objetivos e os eixos do Plano Nacional de Tecnologia Assistiva. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, 2021. Disponível em:https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/decreto-n-10.645-de-11-de-marco-de-2021-307923632. Acesso em: 22 out. 2021.

BUENO, Rafael Giglio. Tecnologia Assistiva como política pública: inclusão na agenda de pesquisa e coprodução com o usuário. 2016. Dissertação (Mestrado em Política Científica e Tecnológica) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, 2016. Disponível em: https://1library.org/document/y8kw27ry-tecnologia-assistiva-politica-publica-inclusao-pesquisa-coproducao-usuario.html. Acesso em: 03 jun. 2021.

BUFREM, Leilah; PRATES, Yara. O saber científico registrado e as práticas de mensuração da informação. Ciência da Informação: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), Brasília, v. 34, n. 2, p. 9-25, ago. 2005. Disponível em http://dx.doi.org/10.1590/S0100-19652005000200002. Acesso em: 09 maio 2020.

CONTE, Elaine; OURIQUE, Maiane Liana Hatschbach; BASEGIO, Antonio Carlos. Tecnologia Assistiva, direitos humanos e educação inclusiva: uma nova sensibilidade. Educação em Revista, Curitiba, v. 33, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-4698163600. Acesso em: 03 jun. 2021.

COSTA, Ana Cristina de Almeida; CHALLUB, Tânia. O uso das tecnologias assistivas na mediação da informação em biblioteca escolar: acessibilidade para alunos com deficiência visual. Biblioteca Escolar em Revista, Ribeirão Preto, v. 7, n. 2, p. 1-16, 2021. DOI: 10.11606/issn.2238-5894.berev.2021.184665. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/berev/article/view/184665. Acesso em: 23 jun. 2021.

COSTA, Valéria Machado da; SACRAMENTO, Carolina; BARBOSA, Priscyla Gonçalves Ferreira; ALVES, Aline da Silva. Tecnologia Assistiva: Parte I e Módulo 4. acessibilidade e os princípios do SUS. Rio de Janeiro: Fiocruz/Icict, 2019. Disponível em: https://mooc.campusvirtual.fiocruz.br/rea/acessibilidade-sus/downloads/modulo_4/Apostila-acessivel_mod4_parte1.pdf. Acesso em: 03 jun. 2021.

GARCÍA, Jesus Carlos Delgado; GALVÃO FILHO, Teófilo Alves. Pesquisa Nacional de Tecnologia Assistiva. São Paulo: ITS /MCTI-SECIS, 2012. Disponível em: http://www.santoandre.sp.gov.br/pesquisa/ebooks/368505.pdf. Acesso em: 03 jun. 2021.

GONÇALVES, Eryka Fernanda Pereira. As tecnologias assistivas e a atuação do bibliotecário como intermediário entre as fontes de informação e o deficiente visual. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 2, n. 1, 2012. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/81259. Acesso em: 15 jan. 2022.

HAYASHI, Carlos Roberto Massao. Apontamentos sobre a coleta de dados em estudos bibliométricos e cientométricos. Filosofia e Educação, Campinas, v. 5, n. 2, p. 89-102, 15 set. 2013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8635396/3189. Acesso em: 30 jan. 2020.

MIGUEL, Marcelo Calderari; ALDABALDE, Taiguara Villela; COSTA, Rosa da Penha Ferreira da. Estudo bibliométrico sobre Makerspaces na Web Of Science: uma reminiscência documental e bibliográfica. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, João Pessoa, v.1 5, n. 1, p. 1-16, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n1.50319. Acesso em: 30 jun. 2020.

MONTEIRO, Francisca Keyle de Freitas Vale; BARONE, Dante Augusto Couto Barone (org.). Cartilha LCV (Luz, Ciência e Vida): Autismo e Tecnologia Assistiva. Engenho, São Luís, 2015. Disponível em: http://www.secti.ma.gov.br/files/2015/12/Cartilha-ciencia-e-tecnologia-2.compressed.pdf. Acesso em: 03 jun. 2021.

OLIVEIRA, Camila Dias de. Recursos de tecnologia assistiva digital para pessoas com deficiência sensorial: uma análise na perspectiva educacional. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência, Tecnologia e Sociedade) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/7855?show=full. Acesso em: 03 jun. 2021.

OLIVEIRA, Camila Dias de; MILL, Daniel. TECNOLOGIA ASSISTIVA. In: MILL, Daniel (org.). Dicionário crítico de educação e tecnologias. Campinas: Papirus, 2018. p. 607-609.

PINHEIRO, Alejandro de Campos. Os recursos de tecnologia assistiva nas bibliotecas universitárias federais brasileiras: uma abordagem para as pessoas com deficiências visuais. 2021. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/1843/35700. Acesso em: 11 ago. 2021.

RAMOS, Andrea Ribeiro; KANAANE, Roberto. A inclusão da pessoa com deficiência no ensino técnico profissionalizante com o uso da tecnologia assistiva fomentando o trabalho e o crescimento econômico conforme o oitavo objetivo de desenvolvimento sustentável. Revista Ibero-americana de Ciência da Informação (RICI), Brasília, v. 13, n. 2, p. 704-719, 2020. Disponível em: DOI: 10.26512/rici.v13.n2.2020.31640 Acesso em: 15 jan. 2022.

RODRIGUES, Maria Euzimar Nunes. Avaliação da tecnologia assistiva na sala de recursos multifuncionais: estudo de caso em Fortaleza - Ceará. 2013. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza, 2013. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6017. Acesso em: 03 jun. 2021.

SOUZA, Osvaldo; TABOSA, Hamilton Rodrigues. Estudo sobre contribuição da ciência da informação em pesquisas sobre tecnologias assistivas. Comunicação & Informação, Goiânia, v. 21, n. 1, p. 70-88, 2018. DOI: 10.5216/ci.v21i1.45987 Acesso em: 15 jan. 2022.

TACHIZAWA, Takeshy; MENDES, Gildásio. Como fazer monografia na prática. 9. ed. Rio de Janeiro: Ed. da FGV, 2004. 146 p. (Coleção FGV).

TEIXEIRA, Cenidalva Miranda de Sousa; FERREIRA, Vanessa Thalyane Pereira. Tecnologia Assistiva em bibliotecas universitárias federais do Nordeste. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – CBBD, 28., 2019, Vitória. Anais [...]. São Paulo: Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas de Informação e Instituições - FEBAB, 2019. Disponível em: https://portal.febab.org.br/anais/article/view/2203. Acesso em 13 maio 2021.

VOOS, Ivani Cristina; GONÇALVES, Fábio Peres. Tecnologia assistiva e ensino de química: reflexões sobre o processo educativo de cegos e a formação docente. Química Nova na Escola: Espaço Aberto, São Paulo, v. 34, p. 297-305, 2016. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc38_4/04-EA-65-14.pdf. Acesso em: 03 jun. 2021.

WELLICHAN, Danielle Silva Pinheiro; MANZINI, Eduardo José. Usuários da informação com deficiência em bibliotecas: uma análise da produção científica em biblioteconomia e ciência da informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 27, p. 172-203, 2021. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/105894. Acesso em 13 jun. 2021.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Miguel, Cardoso