Gestão de dados de pesquisa em bibliotecas universitárias brasileiras
PDF
HTML
XML

Palavras-chave

Gestão de dados de pesquisa
Ciência Aberta
Plano de gestão de dados
Biblioteca universitária

Como Citar

Bonetti, L., & Passini Moreno, F. (2021). Gestão de dados de pesquisa em bibliotecas universitárias brasileiras. Revista Brasileira De Educação Em Ciência Da Informação, 8. https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.285

Resumo

A importância dos dados na ciência é discutida cada vez mais no contexto da produção em massa de dados por pesquisadores, principalmente no cenário do novo paradigma científico: o da Ciência Aberta. Para que os dados possam ser aproveitados em seu potencial máximo para o desenvolvimento científico, é preciso uma gestão adequada deles. Nesse cenário fala-se sobre o papel das bibliotecas universitárias como pioneiras na oferta de serviços de gestão de dados de pesquisa, apoiando a comunidade científica em que está inserida. Por meio de uma pesquisa descritiva de abordagem quantitativa, este estudo teve como objetivo analisar o cenário atual das bibliotecas universitárias brasileiras quanto à oferta de serviços de gestão de dados de pesquisa. Os resultados foram ao encontro dos de Tenopir et al. (2017) em estudo similar na Europa, com a predominância de serviços de consultoria em detrimento dos serviços técnicos, que exigem maiores investimentos. Isso aponta para um cenário ainda inicial e em fase de planejamento quanto à gestão dos dados como serviços.

https://doi.org/10.24208/rebecin.v8i.285
PDF
HTML
XML

Referências

CURTY, R. G. A. As diferentes dimensões do reuso de dados científicos. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 9, n. 2, 2016. Disponível em: http://www.ufpb.br/evento/index.php/enancib2016/enancib2016/paper/view/4056. Acesso em: 10 abr. 2021.

DAVIS, H. M.; VICKERY, J. N. Datasets, a shift in the currency of scholarly communication: implications for library collections and acquisitions. Serials Review, v. 33, n. 1. p.26-32, 2007.

LEHMKUHL, K. M. et al. Suporte à pesquisa e gerenciamento de dados: proposta de concepção de serviço para biblioteca universitária da UFSC. Anais do SNBU, [S.l.], 2016. Disponível em: http://repositorio.febab.org.br/files/original/31/4506/SNBU2016_124.pdf. Acesso em: 25 dez. 2020.

OECD. Principles and Guidelines for Access to Research Data. [s.l: s.n.]. Disponível em: https://www.oecd.org/sti/inno/38500813.pdf. Acesso em: 12 abr. 2021.

OLIVEIRA, A. C. S.; SILVA, E. M. Ciência aberta: dimensões para um novo fazer científico. Informação&Informação, v. 21, n. 2, p. 5-39, 2016. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/27666. Acesso em: 15 abr. 2021.

PIWOWAR, H. A.; DAY, R. S.; FRIDSMA, D. B. Sharing detailed research data is associated with increased citation rate. PloS one, v. 2, n. 3, p. e308, 21 jan. 2007.

SAYÃO, L. F.; SALES, L. F. Curadoria digital: um novo patamar para preservação de dados digitais de pesquisa. Informação & Sociedade: Estudos, v. 22, n. 3, 2012. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/92680. Acesso em: 11 abr. 2021.

SAYÃO, L. F.; SALES, L. F. Dados de pesquisa: contribuição para o estabelecimento de um modelo de curadoria digital para o país. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 6, n. 1, 2013. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/119469. Acesso em: 11 abr. 2021.

TENOPIR, C. et al. Research Data Services in European Academic Research Libraries. LIBER Quarterly. v. 27, n. 1, pp.23–44, 2017. Disponível em: https://www.liberquarterly.eu/articles/10.18352/lq.10180/. Acesso em: 05 abr. 2021.

WHYTE, A.; TEDDS, J. Making the case for research data management. Edinburgh: Digital Curation Centre, 2011. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/252931138_Making_the_Case_for_Research_Data_Management. Acesso em: 05 abr. 2021.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.