A epistemologia da prática docente: uma análise sobre os professores do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
PDF

Palavras-chave

Prática Pedagógica
Aprendizagem-Ensino
Ensino Superior
Formação em Biblioteconomia
FURG.

Como Citar

Almeida, A. S. de. (2014). A epistemologia da prática docente: uma análise sobre os professores do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Revista Brasileira De Educação Em Ciência Da Informação, 1(2), 37-56. Recuperado de https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/15

Resumo

Analisa-se a prática pedagógica dos professores do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande. Examina a relação de critérios e instrumentos de avaliação no contexto biblioteconômico. Investiga a trajetória pregressa à atuação como profissionais docentes de ensino superior e, por fim, averigua sob o prisma dos docentes do Curso de Biblioteconomia as diferenças e as semelhanças entre as funções de docente e o de bibliotecário. Este trabalho se caracteriza em uma abordagem qualitativa, sendo um estudo de finalidade básica, temporalidade transversal e explicativa. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi um questionário. Obteve-se como resultado que a maior parte do corpo docente possui a titulação de doutor e, anteriormente, à ocupação como professor atuou como bibliotecário, bem como são provenientes da própria instituição no que se refere à graduação. Constatou-se uma flexibilidade em relação aos instrumentos e critérios de avaliação para o atendimento das peculiaridades de cada turma, demostrando um viés para a preocupação com a aprendizagem dos alunos e futuros profissionais. Verificou-se que os respondentes analisam aproximações entre o docente de Biblioteconomia e o bibliotecário, na perspectiva de que o primeiro busca por meio de uma práxis a atuação ideal do bibliotecário no mercado de trabalho. Por fim, conclui-se que os professores tendem a modificar a tendência em voga que centraliza as suas ações em si, em uma perspectiva de inversão de prioridade para um processo de aprendizagem e ensino.

PDF

Referências

ALMEIDA, N. B. F. de; BAPTISTA, S. G. Breve histórico da Biblioteconomia brasileira: formação do profissional. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013, Florianópolis. Anais... Florianópolis: CENTROSUL, 2013. p.3450-3462. Disponível em: <http://portal.febab.org.br/anais/article/view/1508/1509>. Acesso em: 18 jan. 2014.

AMARAL, A. L. A aula universitária: um espaço com possibilidades interdisciplinares. In: VEIGA, I. P. A.; CASTANHO, M. E. L. M. (Orgs.). Pedagogia universitária: a aula em foco. Campina: Papirus, 2000.

APPOLINÁRIO, F. Metodologia da Ciência: filosofia e prática da pesquisa. São Paulo: Thomson, 2006.

BEHRENS, M. A. A formação pedagógica e os desafios do mundo moderno. In: MASETTO, M. T. Docência na universidade. Campinas: Papirus, 1998. Cap. 4.

BERTACHINI, M. de L. O docente de Biblioteconomia: construindo sua auto-imagem. Informação & Informação, Londrina (PR), v.1, n.1, p.41-44, jan./jun. 1996. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1619/1373>. Acesso em: 21 mar. 2014.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Decreto nº 8.835, de 11 de Julho de 1911 - Republicação. Aprova o regulamento da Biblioteca nacional. Legislação Informatizada, Brasília, 11 jul. 1911. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1910-1919/decreto-8835-11-julho-1911-502890-republicacao-102224-pe.html>. Acesso em: 11 dez. 2013.

BRASIL. Lei nº 4.084/1962, de 30 de Junho de 1962. Dispõe sobre a profissão de Bibliotecário e regula seu exercício. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 30 jun. 1962. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/1950-1969/L4084.htm>. Acesso em: 11 dez. 2013.

CABERLON, V. I. BIBLOS: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, Rio Grande (RS), v.13, p.159-170, 2001. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/documento.php?dd0=0000000038&dd1=57153>. Acesso em: 15 fev. 2014.

FERREIRA, G. I. S. A prática pedagógica do professor de biblioteconomia: transposição didática. Revista de Biblioteconomia & Comunicação, v.8, n.1, 2000. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/documento.php?dd0=0000004620&dd1=5d89b>. Acesso em: 15 abr. 2014.

LEITE, D. et al. A avaliação institucional e os desafios da formação do docente na universidade pós-moderna. In: MASETTO, M. T. (Org.). Docência na universidade. Campinas: Papirus, 1998. Cap. 3.

MASETTO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2003.

________. Professor universitário: um profissional da educação na atividade docente. In: ________. Docência na universidade. Campinas: Papirus, 1998. Cap. 1.

RODRIGUES, M. E. F. A pesquisa como princípio educativo na formação do profissional da informação. In: VALENTIM, M. L. P. (Org.). Formação do profissional da informação. São Paulo: Polis, 2002. 152p.; p.89-101 (Coleção Palavra-Chave, 13)

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23.ed. São Paulo: Cortez, 2007.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 8.ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.