Os zines e as bibliotecas: uma relação necessária
PDF

Palavras-chave

Fanzine
Cultura Popular
Biblioteca
Coleções Especiais
Cultura.

Como Citar

LIMA, E. L. M. Os zines e as bibliotecas: uma relação necessária. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 6, n. 1, p. 40–53, 2019. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/145. Acesso em: 27 set. 2022.

Resumo

Com o advento das coleções especiais de fanzines em várias bibliotecas no mundo, este artigo busca demonstrar uma perspectiva mais clara deste fenômeno, expondo fatos que comprovem a importância cultural que este tipo de publicação pode atribuir as bibliotecas escolares, públicas e universitárias. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, composta por uma breve apresentação do que é o zine e suas origens. Apresenta algumas unidades de informação brasileiras, as quais seus acervos são compostos por coleções especiais de fanzines. Conclui entrelaçando o papel do bibliotecário ao patrimônio cultural em busca de preservar aquilo que colabora com a representação do retrato social.

PDF

Referências

ALMEIDA, Vitória Gomes; LIMA, Izabel França de. Bibliotecas, cultura e memória: possibilidades e desafios. Folha de Rosto: Revista de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Fortaleza, v.2, n.2, p.56-64, jul./dez. 2016. Disponível em: https://periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/113/121. Acesso em: 12 dez. 2018.

ANDRAUS, Gazy. Existe o quadrinho no vazio entre dois quadrinhos?: (ou: O Koan nas Histórias em Quadrinhos Autorais Adultas). 1999. 248f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Instituto de Artes, Universidade Estadual Paulista (Unesp), São Paulo, 1999. Disponível em: <http://www.guiadosquadrinhos.com/monografia/nome/15>. Acesso em: 30 out. 2018.

ANJOS, Ana Carolina Costa dos et al. O fanzine como ferramenta de comunicação dentro do curso de Jornalismo da UFT. In: ENCONTRO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MÍDIA - MÍDIA ALTERNATIVA E ALTERNATIVAS MIDIÁTICAS, 7.,2009. Anais Eletrônico... Fortaleza. Disponível em: http://www.ufrgs.br/alcar/encontros-nacionais-1/encontros-nacionais/7o-encontro-2009-1/O%20Fanzine%20como%20ferramenta%20de%20comunicacao%20dentro%20do%20curso%20de.pdf. Acesso em: 11 dez. 2018

ARAGÃO, Thais Amorim. Os índies do Brasil - sobre o Tupanzine: fanzine brasileiro contemporâneo polêmico sobre indie rock. Monografia (Graduação) – Curso de Comunicação Social, Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, 1999.

BARREIROS, Bruna Provazi. A revolução (ainda) não será virtualizada: os fanzines feministas na era da comunicação digital. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE A ESCOLA LATINO-AMERICANA DE COMUNICAÇÃO, 7., 2008. Anais Eletrônico... São Bernardo do Campo: Celacom 2008. Disponível em: https://pt.slideshare.net/Recursosparaquadrinistas/revolucaonaovirtualizada. Acesso em: 4 jun. 2018.

BIVAR, Antonio. O que é punk. São Paulo: Brasiliense, 1988.

DILLON, Anthony. A history of Irish zines: Alternate Voices to the Cultural Industries. 2005. Disponível em: http://www.loserdomzine.com/images/articles pdfs/A_History_of_Irish_Zines_Alternate_Voices_To_The_Culture_Industry.pdf. Acesso em: 7 jun. 2018.

DODGE, Chris. Pushing the boundaries: Zines and libraries. Wilson Library Bulletin, v.69, n.9, p.26-30, 1995.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. O bibliotecário como agente de transformação em uma sociedade complexa: integração entre ciência, tecnologia, desenvolvimento e inclusão social. Ponto de Acesso, Salvador, v.1, n.1, p.88-98, jun., 2007. Disponível em: http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/1396/878. Acesso em: 28 maio 2018.

DUNCOMBE, Stephen. Notes from underground zines and the politics of alternative culture. London: Verso, 1997. Disponível em: https://com250spring2016ncsu.files.wordpress.com/2015/12/duncome_zines_ch1.pdf. Acesso em: 12 set. 2018

FERREIRA, Glauber West. Produção de fanzine e circulação de informação no movimento anarcopunk no Brasil nos anos 1990: Um estudo do Favo de Fel. 2013. 65f. Monografia (Graduação) - Curso de Biblioteconomia e Comunicação, Departamento de Ciências da Informação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, 2013. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/88829/000913476.pdf?sequence=1. Acesso em: 12 nov. 2018.

IFFANZINE. Sobre. 2015. Disponível em: http://iffanzine.blogspot.com/p/sobre.html. Acesso em: 2 out. 2018.

LEAGUE, The Luminist. Amazing Stories. 2019. Disponível em: <http://www.luminist.org/archives/SF/AS.htm>. Acesso em: 12 set. 2018.

LARA PACHECO, Gonzalo Clemente. Los fanzines como un recurso bibliográfico. 2000. 80f. Tese (Doutorado) – Programa de Posgrado en BibliotecologÍa, Colegio de Bibliotecología, Facultad de Filosofi¬a y Letras, Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), México, 2000. Disponível em: http://eprints.rclis.org/6935. Acesso em: 10 abr. 2019.

LEVENTHAL, A. The politics of small: Strategies and considerations in zine preservation. In: Preservation of New Media Docam, 2006, Montreal. Disponível em: http://www.docam.ca/images/stories/pdf/seminaires/2006_02_anna_leventhal.pdf. Acesso em: 11 dez. 2018.

MAGALHÃES, Henrique. O que é fanzine? São Paulo: Brasiliense, 1993. 78p. (Primeiros Passos)

MARTELETO, Regina Maria; NÓBREGA, Nanci Gonçalves da. Sujeito e informação: a construção do conhecimento social em suas ambientações culturais e locais. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (ENANCIB), 8., 2007. Anais Eletrônico... Disponível em: http://enancib.ibict.br/index.php/enancib/viiienancib/paper/viewFile/2865/1993. Acesso em: 3 set. 2007.

MARINGELLI, Isabel Ayres. Acervo além dos livros: acervo documental da Pinacoteca de São Paulo. 2017. 59 slides. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3445334/mod_resource/content/1/2017-estagio-ECA-USP.pdf. Acesso em: 15 set. 2018

MASSIE, Keith; PERRY, Stephen D. Hugo Gernsback and radio magazines: An influential intersection in broadcast history. Journal of Radio Studies, Washington, v.9, n.2, p.264-281, jan./jul. 2002. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.510.3776&rep=rep1&type=pdf. Acesso em: 12 set. 2018.

MORGAN, Bruna. Quadrinhos faça-você-mesmo (0) # 1 – zine! 2014. Disponível em: https://bruna-morgan.blogspot.com/2014/12/voltando-dar-vida-ao-blog-decidi-mudar.html#more. Acesso em: 13 ago. 2018.

PEREIRA, Daniela Reischak. FANZINE NA SALA DE AULA: Uma proposta pedagógica de incentivo à produção textual. Bem Legal, Porto Alegre, v. 6, n. 2, p.149-159, 2016. Disponível em: http://www.ufrgs.br/revistabemlegal/edicoes-anteriores/Vol%2C6%20n.2/18. Acesso em: 02 out. 2018

RÜSCHE, Ana. Zines: contemporâneos e geniais. 2016. Disponível em: http://wordpress.anarusche.com/zines-e-fanzines/. Acesso em: 3 jun. 2018.

SANTOS, Alexandre dos; ROSA, Enio. Indo além: bibliotecário cria fábrica de histórias em Picada Café, RS. G1. Picada Café (RS), 22 set. 2014. Disponível em: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/jornal-do-almoco/videos/v/indo-alem-bibliotecario-cria-fabrica-de-historias-em-picada-cafe-rs/3645602/. Acesso em: 24 fev. 2019.

SOUZA, Alberto. Marxismo na atualidade: nova edição do Zine Café Filosófico em produção. Blog Iffanzine, Macaé (RJ), 23 mar. 2017. Disponível em: https://iffanzine.blogspot.com/2017/03/marxismo-na-atualidade-nova-edicao-do.html?fbclid=IwAR2Wamd6XgyBHOeXnpnmaeoSEU94ra2Y94dYJWcF-3T-FdlxikK4kHFZJos. Acesso em: 24 fev. 2019.

SOUZA, Alberto. Campanha de doações de fanzine/intercâmbio. Blog Iffanzine, Macaé (RJ), 22 jan. 2018. Disponível em: https://iffanzine.blogspot.com/2018/01/campanha-de-doacoes-de.html. Acesso em: 24 fev. 2019.

SOUZA, Alberto. FNPAS: visita de Natania Nogueira à Fanzinoteca do IFF Macaé. 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=TcN6pFQ0uiw. Acesso em: 1 set. 2018.

STODDART, Richard A.; KISER, Teresa. Zines and the library. Library Resources & Technical Services, Chicago, v.48, n.3, p.191-197, jul./dez. 2004. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.896.9400&rep=rep1&type=pdf. Acesso em: 2 out. 2018

THOMAS, Susan E. Value and validity of art zines as an art form. Art Documentation: Journal of the Art Libraries Society of North America. Chicago, p.27-38. set. 2009. Disponível em: https://digitalcommons.liu.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1042&context=brooklyn_libfacpubs. Acesso em: 18 set. 2018.

TISSOT, Law. Visite o ArtEstação e a Fanzinoteca Mutação. Blog Fanzinoteca Mutação, Rio Grande (RS), 3 maio 2010. Disponível em: http://fanzinotecamutacao.blogspot.com/2010/05/visite-o-artestacao-e-fanzinoteca.html?view=magazine. Acesso em: 20 set. 2018.

WOOTEN, Kelly. Women’s zines in the Sarah Dyer zine collection. 2002. 50f. Dissertação (Mestrado) - Master of Science In Library Science, School of Information and Library Science, University of North Carolina, Chapel Hill, 2002. Disponível em: https://ils.unc.edu/MSpapers/2786.pdf. Acesso em: 10 set. 2018.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.