75 lições aprendidas de programas de competência em informação em universidades da Ibero-América: 2009-2013
PDF

Palavras-chave

Competência em Informação
Alfabetização Informacional
Ensino-Pesquisa
Aprendizagem
ALFIN
CoInfo.

Como Citar

Uribe-Tirado, A. (2014). 75 lições aprendidas de programas de competência em informação em universidades da Ibero-América: 2009-2013. Revista Brasileira De Educação Em Ciência Da Informação, 1(2), 4-18. Recuperado de https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/13

Resumo

As 75 lições referem-se ao principal resultado obtido a partir da pesquisa de doutorado: “Lecciones aprendidas en programas de alfabetización informacional en universidades de Iberoamérica", realizada por Uribe-Tirado (2013), a partir de um processo de análise que combinou diferentes métodos e técnicas de triangulação de dados, visando obter a mais ampla e integradora percepção sobre a realidade e a prática da alfabetização informacional ou competência em informação, no contexto das universidades Ibero-Americanas. O número total de casos sobre os que efetivamente aplicaram as lições aprendidas, a partir da análise realizada por meio da triangulação de métodos foram 289, sendo: 113 casos por meio de entrevista, 139 por meio de questionário e 37 por meio da análise da literatura. A partir da análise qualitativa exaustiva dos conteúdos obtidos, foi possível sistematizar 75 lições aprendidas, organizadas em quatro categorias que retomam os três contextos propostos por Gratch-Lindauer (2004), bem como incorpora a avaliação como um processo continuo de um ciclo. As lições aprendidas são apresentadas em uma sequência numérica para facilitar a leitura, mas não implicam em nenhum tipo de prioridade, assim como a redação dessas no infinitivo deve ser entendida como ações que se recomenda para obter melhores resultados nos programas de alfabetização informacional/competência em informação no contexto social e organizacional e nos processos de ensino-pesquisa, aprendizagem e avaliação da melhoria contínua da qualidade. Este resultado foi possível por meio da participação ativa dos coordenadores e/ou formadores em alfabetização informacional/competência em informação pesquisados e, assim, se espera que com essas 75 lições, os programas avançados em alfabetização informacional/competência em informação possam utilizá-las para revisá-las e auto avaliá-las, verificando quais se mantêm e quais não se mantêm, e das que se mantêm, quais seriam pertinentes revisar, adaptar e aplicar visando à melhoria dos programas. Por outro lado, para as universidades e bibliotecas que queiram começar e/ou dinamizar a alfabetização informacional/competência em informação são lições com uma base de conhecimento extremamente útil para avançar de maneira mais rápida, poupando tempo e recursos, uma vez que a experiência é uma aprendizagem que se adapta ao próprio contexto e segue permanentemente em análise e, assim, sempre poderá oferecer os melhores resultados para um programa de alfabetização informacional/competência em informação.

PDF

Referências

GRATCH-LINDAUER, B. The three arenas of information literacy assessment. Reference & User Services Quarterly, v.44, n.2, p.122-129, 2004.

PASADAS UREÑA, C. Los tres ámbitos de evaluación de la alfabetización informacional. Anales de Documentación, v.9, p.69-81, 2006. Disponível em: <http://revistas.um.es/analesdoc/article/download/1411/1461>. Acesso em: 11 ago. 2010.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.