Marketing digital aplicado à gestão e curadoria da informação
PDF

Palavras-chave

Marketing Digital
Gestor e Curador de Informação
Conhecimento
Inovação Tecnológica
iSchools.

Como Citar

MARQUES, B.; SILVA, J.; BALAU, M. e C. G.; CAVALLO, M.; RIBEIRO, V. A. Marketing digital aplicado à gestão e curadoria da informação. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 5, n. 2, p. 80–88, 2018. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/125. Acesso em: 27 set. 2022.

Resumo

Pretende demonstrar no contexto académico, o papel do gestor e curador de informação relacionando com uma área de grande relevância: o marketing digital. Nesse sentido, é abordada a figura referida como um profissional em constante aprendizagem, na medida em que terá que estar sempre atualizado em relação ao conhecimento dos novos desenvolvimentos e, principalmente, das novas tendências tecnológicas que ocorrem nos seus diversos campos de atuação. Desse modo, é dada atenção a uma área que se encontra em mudança, – marketing digital – como um campo importantíssimo, o que propicia a este profissional contribuir positivamente para este ramo. Assim, aborda-se temáticas relacionadas com o assunto em questão, nomeadamente: o conceito, as caraterísticas, a sua aplicação, os desafios que lhe estão inerentes e propostas de resolução aos mesmos. Na vertente académica do mestrado em Gestão e Curadoria da Informação pelas Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Universidade Nova de Lisboa, a Information Management School adquire-se conhecimentos na área do Marketing, entre outras e, portanto, faz sentido que esta temática – na sua componente digital – seja incluída neste artigo.

PDF

Referências

BEZERRA, Amanda. A influência das estratégias do marketing digital dentro das organizações empresariais. TCC (Graduação) – Curso de Administração, Departamento de Administração em Economia (DAEC), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Campina Grande, 2016.

BRUNELLI, Mariana de Queiroz. Sustentabilidade como posicionamento de marketing: uma decisão estratégica e um desafio ético. Era: Ética & Realidade Atual. Rio de Janeiro: PoD, 2013. Disponível em: <http://era.org.br/wp-content/uploads/Sustentabilidade.pdf>. Acesso em: 17 nov. 2018.

GLUSHKO, R. J. Designing a service science discipline with discipline. IBM Systems Journal, v.47, n.1, p.15-27, 2008. Disponível em: <http://people.ischool.berkeley.edu/~glushko/glushko_files/DesigningDiscipline.pdf>. Acesso em: 20 nov. 2018.

JONES, E. L.; OWENSBY, J. N.; ALLEN, C. S. Strategy for inserting SSME into the undergraduate experience at a minority serving institution. In: HEFLEY, B.; MURPHY, W. (Eds.). Service science, management and engineering education for the 21st Century. Boston (MA): Springer, 2008. p.141-146. Disponível em: <https://link.springer.com/chapter/10.1007%2F978-0-387-76578-5_22#citeas>. Acesso em: 20 nov. 2018.

KANNAN, P. K; LI, Alice Hongshuang. Digital marketing: A framework, review and research agenda. International Journal of Research in Marketing, v.34, n.1, p.22-45, Mar. 2017. Disponível em: <https://doi.org/10.1016/j.ijresmar.2016.11.006>. Acesso em: 20 nov. 2018.

KARVONEN, Minna et al. Promoting access to culture via digital means: policies and strategies for audience development. In: European Union. European Agenda for Culture: Work Plan for Culture 2015-2018. 2017. 72p. Disponível em: <http://kultur.creative-europe-desk.de/fileadmin/2_Publikationen/Final_Draft_digitalisation.pdf>. Acesso em: 20 nov. 2018.

MILLER, S. Dean of the School of Information Systems. Singapore: Singapore Management University, 2009. Disponível em: <http://www.sis.smu.edu.sg/programme/SSME>. Acesso em: 15 nov. 2018.

KOTLER, Philip; KARTAJAYA, H.; SETIAWAN, I. Marketing 3.0: as forças que estão definindo o novo marketing centrado no ser humano. Elsevier, 2010, 240p.

RAMÓN-SAURA, José; PALOS-SÁNCHEZ, P.; CERDÁ-SUÁREZ, L. M. Understanding the digital marketing environment with KPIS and Web Analytics. Future Internet, v.9, n.4, p.1-13, 2017. Disponível em: <https://www.mdpi.com/1999-5903/9/4/76>. Acesso em: 29 out. 2018.

TARGET Internet. Stakeholder management for digital marketing. Disponível em: <https://www.targetinternet.com/stakeholder-management-for-digital-marketers/?fbclid=IwAR1eDf4fmQxiuL56iPon87GLqRjrDnDnaJ14wb7guVZDTMFN3n5OEHMPikg>. Acesso em: 26 out. 2018.

A ABECIN detém os direitos autorais dos trabalhos que publica, adotando as licenças do Creative Commons, exceto quando houver indicação específica de outros detentores de direitos autorais. Em caso de dúvidas, solicitamos consultar o Editor da REBECIN. Por meio dessa licença, o(s) autor(es) tem/têm a liberdade de compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra, sob as seguintes condições:

a) atribuição — você deve creditar a obra da forma especificada pelo(s) autor(es) ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

b) uso não-comercial — você não pode usar esta obra para fins comerciais.

c) vedada à criação de obras derivadas — você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra.

Evidencia-se que:

a) renúncia — qualquer das condições acima pode ser renunciada se obtiver permissão do titular dos direitos autorais.

b) domínio público — onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.

c) outros direitos — os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:

- Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;

- Os direitos morais do(s) autor(es);

- Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.

O(s) autor(es) submeteu(ram) a declaração de responsabilidade e transferência de direito autoral à REBECIN. Para tanto, faça o download do modelo da declaração acessando a URL: https://portal.abecin.org.br/rebecin/

Obs.: Após ler e assinar envie o arquivo digitalizado junto com a submissão.